18 de mai de 2014

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
aparelho
Meu silêncio não significa covardia... muito menos ignorância!
Tenho visto os rumos das coisas – em áreas aparentemente sem conexão entre si – e posso dizer que a Palavra de Deus se cumpre com exatidão milimétrica: os servos das trevas estão a cada dia mais poderosos e destemidos, sem vergonha de ganir suas depravações e deturpações onde quer que seja, chamando de “bem” o mal de bem e de “verdade” a mentira…
Um bom exemplo foi o (relativamente) recente episódio do “julgamento do mensalão”, cujo desfecho revelou que o órgão chamado “Supremo Tribunal Federal” foi infiltrado por agentes do partido político atualmente no poder e, em consequência, não foi capaz de identificar em todas as corruPTas maquinações expostas o crime de “formação de quadrilha”…
É ridiculamente gritante que nunca seria, pois isso configuraria um verdadeiro desastre para boa parte desses julgadores… eles próprios, tendo sido beneficiados pelas ligações e influências políticas, parte indissociável dessa quadrilha!
A essa infiltração de agentes é dado o nome de “aparelhamento”: independente da real competência, mas com base na lealdade à corja, são distribuídos cargos nos mais diversos órgãos ligados ao governo… não para que seja promovido o progresso do país, mas para que sejam supridas as necessidades – sejam financeiras, sejam imorais – do partido que está atualmente sentado no trono: precisam de dinheiro? Faz uma falcatrua na empresa de petróleo, na de energia elétrica… quer mais dinheiro? Arromba com o órgão responsável pelas aposentadorias!! Descobriram que é ilegal? Não tem problema… o juiz é dos nossos!
É relevante registrar que essa infiltração ocorreu num período de tempo não tão longo e que, mesmo virando o leme da não da esquerda para a direita, será impossível se livrar de tanta sujeira, principalmente porque a pior contaminação se deu quando deixaram os doutrinadores ideológicos dominar a educação… da fundamental à superior.
Mas, dirão alguns, quem sou eu para estar falando sobre política?!?
Ora, ao testemunhar o malignamente eficaz “modus operandi” da corja vermelha, pude vislumbrar que, na verdade, estão apenas aplicando uma técnica que foi empregada historicamente pelo próprio criador dessa ideologia… a saber, o próprio satanás: o primeiro exemplo socialista está no livro de Gênesis, quando a serpente oferece um vislumbre do que hoje é chamado de “igualdade social”:
“Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e SEREIS COMO Deus, sabendo o bem e o mal.” (Gênesis 3:5)
Trazendo a passagem para um discurso socialista, seria como se a serpente fosse o ser mais bondoso e bem intencionado do mundo, promovendo (por sinal, através de algo que não lhe pertencia) uma suposta “igualdade” entre o ser humano e o Senhor Deus…
Acho que todo mundo sabe no problema que deu isso e, na verdade, só quis usar a política como introdução ao verdadeiro assunto da presente postagem, pois meu foco mesmo será:

O APARELHAMENTO ECLESIÁSTICO

Um registro a ser considerado: se os seres humanos, presos por suas muitas limitações, conseguiram, a médio prazo, infiltrar todo o sistema público – da educação à justiça – desse país… o que não foi capaz de fazer, durante séculos, o astuto-mor do universo?
Para quem não está sendo capaz de visualizar o que quero dizer, a Palavra de Deus não deixa dúvidas:
“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós VESTIDOS COMO OVELHAS, mas, interiormente, são lobos devoradores.” (Mateus 7:15)
“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si DOUTORES CONFORME AS SUAS PRÓPRIAS CONCUPISCÊNCIAS; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” (2 Timóteo 4:3-4)
“E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós HAVERÁ TAMBÉM FALSOS DOUTORES, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.” (2 Pedro 2:1-2)
Nove anos atrás, quando comecei a escrever e assinar como Teóphilo Noturno, enganei a mim mesmo achando que havia escape para o modelo empresarial eclesiástico que veio sendo desenvolvido de uns duzentos… trezentos anos para cá: todos os que estão vivos atualmente, inclusive eu, foram criados e doutrinados dentro desse formato e é muito difícil imaginar formas diferentes de congregação e expressão da fé.
Em junho de 2010, escrevendo “Mixagens”, comecei a me dar conta de que, na realidade, a maior parte dos que se dizem cristãos tem revelado um apego aguerrido à FORMA e, infelizmente, não ao CONTEÚDO do cristianismo, vindo, em agosto do mesmo ano, a compreender que não existe a menor possibilidade de que ocorra uma “nova reforma”… pois, sem o menor resquício de dúvida, já estamos vivendo a apostasia e esse é um ponto de onde não há retorno: estamos testemunhando o tempo de
LAODICÉIA
A partir do verso 14 de Apocalipse 3 podemos ver uma descrição das características típicas, independente de denominação, das empresas eclesiásticas de nosso tempo.
Não sou e nunca fui contra a Igreja – Corpo de Cristo – mas, graças à política, pude compreender como as empresas eclesiásticas foram aparelhadas para cumprir com perfeição seu papel profético no final dos tempos, referenciado nas três passagens acima transcritas e cujo ápice será:
“…e vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e TODA A TERRA se maravilhou após a besta. E ADORARAM o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe PERMITIDO FAZER GUERRA AOS SANTOS, E VENCÊ-LOS; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na TODOS OS QUE HABITAM SOBRE A TERRA, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” (Apocalipse 13:3-8)
Não sei mais o que fazer para explicar que a Igreja, no contexto da passagem acima, são os santos derrotados, enquanto as empresas eclesiásticas estarão adorando àquele que fez sinais, inclusive, de ressurreição, mas… ao menos agora sou capaz de compreender o motivo de tanta resistência a isso: eu e mais alguns (poucos, percentualmente falando) estamos enfrentando os “aparelhos de satanás”!
Esses “aparelhos” tanto podem ser servos voluntários do próprio inimigo (satanistas?) quanto “cegos que guiam cegos”, ou seja, pessoas que aprenderam uma linha teológica deturpada e antropocêntrica, infiltrada nos seminários teológicos de todas as denominações, cada uma com sua vertente diferenciada de engano, visando agradar parcelas diferentes de pretensos cristãos.
Ainda mais alarmante é constatar que para cada nova forma de pregar o evangelho que surge, logo os aparelhos correm e dão o seu jeito de “poluir” a credibilidade.
Um bom exemplo é o de quando comecei, há nove anos, na internet e haviam pouquíssimas fontes de estudo e debate. Com o passar do tempo começaram a surgir supostos “doutores” – gente querendo soar profunda e respeitável, esfregar seus títulos e convicções na cara dos outros – e pronto, as fontes virtuais também deixaram de ser confiáveis e muitas, dizendo-se cristãs, são tão ou mais imundas que algumas seitas satânicas.
Um blog “gospel” (e só por usar esse termo já me causa grande desconfiança), em artigo recente, enumerou e descreveu com exatidão alguns dos “avatares” dessa onda virtual de doutores do engano… alguns aos quais, inclusive, tentaram (sem sucesso) me vincular: recordo, com particular tristeza, de algumas pessoas que se aproximaram demonstrando (ou fingindo?) interesse em divulgar o evangelho genuíno, usaram do meio para ganhar credibilidade, fazer contatos e agora estão por aí divulgando absurdos teológicos, depravações… alguns até me tornaram em inimigo!
ARGUMENTOS DIABÓLICOS
O “x” da questão é que, diante da Verdade expressa na Palavra, tanto esses falsos mestres quanto as denominações parecem escolher algum ponto sobre o qual terão sua “particular interpretação” e, na ânsia de expor um diferencial ao grande público, acabam deixando cair uma gota de veneno no copo que deveria ser apenas de água pura.
Listo e refuto abaixo alguns dos “chavões” mais comuns de quem está incorrendo em erro e, ainda assim, se recusa a admitir isso e muito menos se arrepender:
  • NÃO JULGUEIS
Sobre esse argumento completamente falacioso tenho, inclusive, um artigo inteiro escrito – Julgamento e Veredito – e o desafio lá registrado não foi vencido até hoje!
Recomendo a leitura e volto ao tema no último tópico desta lista!
  • ISSO É FALTA DE AMOR!
Para os “sensíveis em excesso” que saem gritando isso antes mesmo de serem confrontados, há uma passagem bíblica bastante interessante e definitiva:
“Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos.” (Hebreus 12:6-8)
A saber, “bastardo” é toda aquele filho nascido fora do legítimo casamento, ou seja, praticamente um filho de prostituta… logo, não seria exagero meu dizer que pelo menos 80% dos frequentadores de empresas eclesiásticas em nossos dias são todos uns… bastardos!!!
  • VOCÊ ESTÁ ESTREITANDO AINDA MAIS O CAMINHO…
Essa eu ouvi de um desses adeptos de que não é necessário nem o arrependimento nem o consequente abandono do pecado, sendo membro e incentivador dessas comunidades que se dizem cristãs e estão cheias de gente rebelada contra Deus, dizendo que Ele errou e os fez nascer com o sexo errado…
1. Para começo de conversa… Deus não erra!!!
2. Então, sabendo da perfeição do Senhor, quem está em rebelião concupiscente por rejeitar ser o que, sexualmente falando, é… são eles! E assim como a rebelião é igual à feitiçaria – vide 1 Samuel 15:23 – essa “vontade doida” que lhes consome é consequência de sua própria vontade de ignorar ao Senhor Deus, não se convertendo a Ele, mas achando-se capazes de convertê-lO às suas imundícies:
“Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm.” (Romanos 1:26-28)
3. E, no final das contas, o Senhor Jesus Cristo deixou bem claro que tanto a porta é estreita quanto o caminho apertado mesmo: se Ele tivesse mentido ou se enganado… já seria motivo mais do que suficiente para invalidar todo o cristianismo!
Essa conversinha sobre desigualdades, minorias, cotas… é coisa da esquerda diabólica que, assim como a serpente mencionada no início do texto, finge que quer criar um paraíso aqui na terra quando, na verdade, quer apenas arregimentar mais companhia para o diabo no dia em que ele for lançado, junto com a morte, no inferno.
  • FULANO ESTÁ GANHANDO ALMAS… E VOCÊ? QUE FRUTOS TEM DADO?
Esse é um dos discursos preferidos dos pragmáticos e não passa de um dos mais sórdidos jogos de palavras que já pude detectar!
A começar pela exata definição bíblica de quais, exatamente, seriam os frutos do Espírito:
“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei.” (Gálatas 5:22-23)
Leiam, releiam e respondam: está lá o termo “ganhar almas”??
NÃO!!!!!!
Sabem o motivo? É bem simples e tem base no que o Senhor Jesus Cristo disse:
“Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.” (João 16:7-8)
Não entendeu? Vou traduzir: por mais formidável, carismático, exuberante, inteligente e gostosão que algum ser humano possa ser, o ÚNICO que convence o pecador DO PECADO, DA JUSTIÇA E DO JUÍZO (ou seja, ganhar a alma) é… o Espírito Santo!
E qual a ÚNICA FORMA válida que temos para auxiliar as pessoas a encontrar essa verdadeira fé?
“De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” (Romanos 10:17)
Logo, se fulano não está pregando a sólida Palavra de Deus, mas, ao invés disso, fazendo apenas belos discursos de auto-ajuda, cantando lindas músicas de vitória, prometendo anacronismos… ele estará, sim, ganhando almas… para o inferno!!!
Esse modelo falso de evangelho serve apenas para aumentar a legião de energúmenos que, como verdadeiros mortos-vivos, passa pelas portas alargadas das empresas eclesiásticas.
A propósito, quando me perguntam isso respondo: Eu?! Estou apenas plagiando a Bíblia…
Seria muita pretensão de minha parte se dissesse algo diferente!
  • NÃO EXISTE IGREJA PERFEITA
Essa é uma das maiores mentiras já engendradas pelo inimigo de nossas almas, pois é necessário deixar bem claro que: A Igreja (ou seja, a união daqueles que fazem parte do Corpo de Cristo) vive em processo de santificação, ou seja, pronta a reconhecer seus erros, se arrepender de quaisquer práticas errôneas e, sem dúvida, o ato de buscar o conserto a torna perfeita!
Notem que esse conserto envolve termos atualmente assombrosos como “exclusão de membros”, “perda de público”, “redução de receita”… tudo em nome de algo bastante fora de moda chamado de “sã doutrina”.
A Igreja é perfeita: o que se tornou uma locomotiva da apostasia foram as empresas eclesiásticas!
Fico imaginando se o apóstolo Paulo tivesse que repreender uma empresa eclesiástica de nossos dias… o tipo de resposta que ele receberia poderia ser bem assim:
Não entendemos essa sua cartinha falando sobre “ordem no culto racional”, mas ficamos desconfiados de que o senhor esteja tomado de grande inveja pela forma com que nosso ministério profético apostólico vem crescendo…
Ao invés de ficar nos criticando, porque não é capaz de reconhecer que o mais importante é que a palavra de Deus está sendo pregada?
Aliás, fomos dar uma procurada em outras coisas que escreveu e descobrimos que você diz vir sendo constantemente esbofeteado por um mensageiro do próprio satanás… você precisa é de libertação!! Provavelmente tenha uma legião de demônios te oprimindo a escrever essas coisas contra nossa liberdade espontânea de culto… por que você não vem participar de um dos nossos cultos para conhecer a verdadeira vontade de Deus para sua vida??
Caso não venha e continue falando mal de nós desse jeito, estaremos orando para que o Senhor dos exércitos faça justiça e pese a mão sobre sua vida, porque o destino daquele que desafia um servo do Senhor pode ser a sepultura!!
Porque ser tão castigado, açoitado, preso, confrontado?? Você pode vir dançar, cantar, sambar, estrebuchar, mexer o popozão, fazer pole dance… tudo com muito amor e união! Não bata a porta na cara de Deus e venha a qualquer um de nossos templos: garantimos que vamos liberar as promessas e promessas que Ele tem arquivadas para você, garantindo que a sua vitória terá sabor de mel!
Por favor, sejam sinceros: não é esse um típico discurso evangélico de nossos dias?!?
Não há mais Palavra… apenas auto-ajuda. O culto deixou de ser prestado ao Senhor Deus e passou a ter função de agradar ao público presente. Os verdadeiros frutos do Espírito passaram a ser totalmente ignorados, bastando aos adeptos ter “aparência de piedade” e às empresas um grande público presente. Nem mesmo o pecado pode mais ser chamado pelo próprio nome, sob pena de “constranger” ou “afastar” o pecador e agora o mantra dos energúmenos é “não julgueis”!!
Essa é a consequência da completa dissociação entre a Igreja e a grande maioria das empresas eclesiásticas… sendo isso, formidável e assustadoramente, parte do cumprimento profético registrado na Palavra de Deus!
“Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” (Lucas 18:8b)

ALGUMAS CONCLUSÕES

  • Assim como os aparelhos políticos necessitam do dinheiro dos impostos – não para promover melhoras a nação, mas para prover as necessidades do partido – os aparelhos de satanás precisam manter e ampliar a estrutura através da qual promovem a aparência de bondade enquanto negam o verdadeiro poder de Deus.
  • Não qualificar pecado como pecado (geralmente “em nome do amor”) tem aparência de bondade – ação semelhante a dos juízes que disseram que a quadrilha do mensalão não era quadrilha –, mas é ação de satanás.
  • Atender às demandas dos fiéis tem aparência de bondade – carnaval gospel, funk gospel, boates gospel, sex-shops gospel… –, mas é apenas a secularização (ou, pior, a profanação) do que deveria ser sagrado, ou seja, separado para Deus.
  • O incentivo ao misticismo, a divulgação de falsas promessas, a criação de empresas eclesiásticas e versões da Bíblia para atender a perfis específicos de público é a mais clara indicação de que está havendo uma profusão de “outros evangelhos”… exatamente como previsto em 2 Timóteo 4:3-4 acima transcrito.
  • O crescimento de adeptos, ao contrário do que querem fazer parecer, não indica nem a validade e muito menos a autenticação bíblica de algum ministério, pelo contrário: entra em confronto direto com o que foi esclarecido pelo Senhor Jesus Cristo (porta estreita, caminho apertado…) e se enquadra exatamente na profecia de 2 Pedro 2:1-2 acima transcrito.
Manter a forma (ir à empresa eclesiástica) sem sequer conhecer verdadeiramente o conteúdo, agindo de forma que até mesmo contraria as determinações bíblicas, é não ter o amor da Verdade e, sobre isso, está escrito:
“E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.” (2 Tessalonicenses 2:8-12)
Não tenho dúvida alguma da maciça infiltração das empresas eclesiásticas, apenas não consigo diferenciar claramente quem são os verdadeiros satanistas dos “idiotas úteis”, mas tenho certeza de que seus líderes devem dar boas risadas ao assistirem os movimentos espasmódicos descoordenados dessa “massa evangélica” que marcha, declara, profetiza… e – sem proclamar o verdadeiro evangelho – nunca chega a lugar algum além da mera e pretensiosa demonstração de um triunfalismo vazio e inútil.
Pouquíssimos são os pastores que escaparam desse processo de dominação e tenho certeza de que os aparelhos de satanás (e talvez até alguns aparelhos vermelhos) poderão se levantar diante dessa publicação para gritar com falsa indignação, difamar, ofender, mentir e inverter papéis (que são as coisas mais comuns que esses possessos intelectuais foram doutrinados a fazer)… não adianta gritar contra mim, pois não tenho planos de estender o tema: simplesmente estava lavando o quintal e o Senhor me “apertou” para escrever sobre isso.
Sou grato por, sem mérito algum, haver recebido o amor da Verdade e a única influência que posso exercer é através de minha vida, da preservação de minha família, de meu testemunho pessoal às pessoas que me cercam… e ainda assim muitos não enxergarão ou, pior ainda, passarão a me odiar por isso.
Na política, não virei à direita e gostaria muito de poder permanecer no centro (apolítico), mas que os desmandos, a manipulação e a estupidez da esquerda estão insuportáveis… isso é fato!
Estou consciente de que não tenho poder algum e de que não será esse meu artigo – e nem nenhum outro – que vai causar transformação nessa situação deplorável, afinal… quem está enviando a operação de erro é o próprio Senhor Deus!
Caro leitor, agradeço a atenção e peço perdão por tomar seu tempo falando de coisas que, às pessoas carnais, são de impossível compreensão.
Que o Senhor Deus sustente e proteja àqueles que O amam e servem.
LINK CURTO PARA ESTA POSTAGEM
http://bit.ly/aparelhoeclesiastico

Related Posts with Thumbnails