24 de jun de 2013

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
TransDeusAma2
“Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.” (Romanos 1:21-25)
“Ser Gay” não é doença… é concupiscência ou, simplificando,pecado!
E, para total descontentamento de alguns radicais, não é um pecado maior (nem menor) do que qualquer outro listado na passagem abaixo:
“Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” (1 Coríntios 6:9-10)
Caso “ser gay” fosse doença, então “ser ladrão”, “ser adúltero”, “ser devasso”… também seriam e deveriam ter tratamento medicamentoso: nossos líderes políticos, por exemplo, deveriam receber doses cavalares de “Roubamenex”…
PECADO É PECADO
E, para todo pecador, o caminho da solução é único e pode ser encontrado na ordem dada pelo próprio Senhor Jesus Cristo, no episódio onde se encontrou com um jovem rico:
“E perguntou-lhe um certo príncipe, dizendo: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?” (Lucas 18:18)
Em outros evangelhos aparece o termo “jovem rico” ou apenas “jovem”, mas escolhi especificamente essa passagem para não deixar dúvidas acerca da condição abonada do ser humano em questão.
Jesus ofereceu uma resposta simples e direta:
“Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.” (Mateus 19:17b)
Mas parece que o jovem ou não entendeu ou sentia que ainda havia algo de errado consigo… algo estaria lhe faltando. Isso é provado quando ele reitera seu questionamento de forma ainda mais minuciosa e obtém do Mestre um detalhamento:
“Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho; Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo. Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?” (Mateus 19:18-20)
A resposta do jovem demonstram que ele era, como se diz em nosso tempo, “gente boníssima”, porém, por melhor que ele se esforçasse para ser, isso pouco importava para Cristo que instantes antes já havia dito algo importantíssimo que, obviamente, não deve ter sido compreendido pelo jovem:
“E Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom senão um, que é Deus.” (Marcos 10:18 = Mateus 19:17a)
Se naquela época essa percepção faltou ao educadíssimo príncipe, o que podemos esperar dessa horda bisonha que é a humanidade de nossos dias, onde a maioria se contenta com movimento, luzes… pão e circo???
Ninguém quer pôr o cérebro pra funcionar e se satisfaz em viver de aparências: incapazes de buscar o conteúdo por si próprios, se contentam em viver de resumos.
A passagem a seguir é profundamente reveladora:
“E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me.” (Marcos 10:21)
Ao contrário do amor carnal, promíscuo e pernicioso que andam ensinando em nossos dias, aqui há um grande esclarecimento acerca do amor que deve ser sentido e praticado pelos que desejam seguir os passos do Senhor Jesus Cristo; um sentimento puro onde nada de erótico ou cobiçoso está envolvido, porém é a forma de amor mais legítima e profunda: aquela onde se fala a Verdade a qualquer preço.
A saber, a Palavra de Deus também revela claramente o modo de amor do próprio Pai:
“Pois o Senhor corrige ao que ama, e açoita a todo o que recebe por filho. É para disciplina que sofreis; Deus vos trata como a filhos; pois qual é o filho a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos se têm tornado participantes, sois então bastardos, e não filhos.” (Hebreus 12:6-8)
E foi tamanho o amor que o Senhor chegou até mesmo a “simplificar” a mensagem para aquele jovem, vejam:
“Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.” (Mateus 19:21)
Como vivemos numa geração onde a maioria é cega, me permitam tentar simplificar ainda mais o resumo:
Vai, ABANDONA TEUS PECADOS, e me segue… simples assim!!!
E, mesmo diante de tamanha simplicidade e tão grande amor, sabem qual foi a reação do jovem?!?
“E o jovem, ouvindo esta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades.” (Mateus 19:22)
Querem que eu traduza?
E ele, ouvindo isso, saiu fora, porque gostava mais de seu pecado que da Verdade.
E, a partir daí, fica patente o quão “mau” era o Senhor Jesus Cristo, pois deixou-o ir embora sem sequer chamá-lo e “dar um tempo” ou oferecer alguma alternativa! Cristo sequer cogitou propor a formação de algum grupo "especial", composto por pessoas que se compreenderiam mutuamente por ter desejos semelhantes entre si!!
Sem dúvida alguma, para os padrões das emprejas, Cristo era um péssimo evangelista: permitiu que o jovem fizesse sua escolha e PARTISSE PARA NUNCA MAIS VOLTAR!!
(E pode ter a absoluta certeza de que, caso houvesse voltado, isso teria sido registrado!)
Da mesma forma, Cristo não disse que aquele pecado era uma doença e, muito menos, propôs algum tipo de "cura" para ele... e nem de perto sugeriu que fosse estabelecida alguma "lei contra quem ama seu pecado" - qualquer que seja esse pecado! - obrigando-os a seguí-lO... isso porque ninguém pode seguí-lO por força ou por violência.
CRIANDO E MANIPULANDO FACÇÕES
Sem dúvida alguma é ridículo e lamentável testemunhar que, de uns tempos para cá, algumas emprejas resolveram apontar seus dedos acusadores exclusivamente contra os homossexuais, deixando de lado os tantos avarentos, adúlteros, beberrões e roubadores que são facilmente encontrados entre suas listas de fiéis dizimistas… ou, pior ainda, “brilhando” entre seus líderes!
Temos nessas grandes exemplos de instituições que querem se apresentar como cristãs, mas não cumprem rigorosamente a lei da Bíblia, que manda:
“Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo. Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais. Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo.” (1 Coríntios 5:9-13)
Um grande e inquestionável exemplo de “maldizente” é o Malafaia (isso porque me recuso a aceitar informações não comprovadas acerca de seu relacionamento mais do que amistoso com bebidas alcoólicas) somado aos grandes roubadores (estelionato) Waldomiro e Macedo – e estamos apenas no âmbito nacional! – nos permite dizer que, nessa briga destacada pela mídia entre evangélicos e homossexuais, o único que está ganhando é… o próprio satanás!
O legítimo papel da igreja está sendo obliterado em prol de uma causa de cunho totalmente político e social, deixando aqueles que nesse processo se envolvem alienados de todos os outros problemas e infiltrações… como se o único pecado do universo fosse o homossexualismo e todas as coisas a isso relacionadas.
Tive prova pessoal e prática disso quando, ao alertar um conferencista – cujo comportamento já dava indícios de que estava abandonando o cristianismo legítimo para, entre outras coisas, aceitar as heresias da “teologia da prosperidade” e pactos de caráter exclusivamente político, iludido pela expectativa apóstata de que algum “político messiânico” há de impedir o cumprimento profético  – acerca das seríssimas deturpações promovidas através da terrível Bíblia Freestyle, a resposta dada por ele está na imagem a seguir e deixa bem clara
3169068_157052001_9581373
Ou seja: pode se utilizar de palavras torpes, pode apresentar um outro Gezuz, pode deturpar todo o núcleo do cristianismo (que é a própria Bíblia)… só não pode ser gay!!
Fora isso, ele fala a verdade: o tal Garnizeh é um agente do esquerdismo e, por seu comportamento sórdido, do próprio satanás! Porém fiquei extremamente surpreso e decepcionado quando um outro personagem, que até então eu julgava equilibrado, emite uma das notas mais absurdas e inexplicáveis que já pude ler:
Julio Severo 01
Esta opinião coloca absolutamente todos os apologetas numa condição de calvinistas e esquerdistas, o que é uma insanidade e eu próprio fui apenas injustiçado, mas me senti até mesmo ofendido por estas palavras, haja vista já haver me posicionado sempre contra “vestir camisas”, podendo apresentar pelo menos a postagem de outubro de 2009 como prova de minha firmeza apenas na Palavra de Deus e busca pela imparcialidade diante das possíveis “pegadinhas” denominacionais e/ou ideológicas envolvidas no processo evangelístico.
Sou apologeta e tudo que publiquei, desde o início, está disponível para pesquisa e desafio a qualquer um que se dispuser a apontar alguma passagem onde me assuma “calvinista” ou, pior ainda, esquerdista!!!
Pelo contrário: verão que por diversas vezes citei o próprio Júlio Severo como referência… ao menos até me deparar com seu posicionamento na imagem acima e perceber que estamos diante de uma falaciosa “polarização” dos evangélicos brasileiros, onde a política e passagens fora de seu contexto original são utilizadas como catalizadores para as mais diversas ações, assumindo papel doutrinário que deveria ser exclusivamente bíblico!
Essa verdadeira “virada de casaca” – que aponta triste e diretamente para o que podemos classificar como possessão intelectual – está relacionada a um tipo de controle típico daqueles que irracionalmente se submetem às influências das empresas eclesiásticas (ou, como criei e prefiro chamar, emprejas!), entidades emuladoras (porém distintas) da verdadeira Igreja de Cristo.
Para quem não leu, sugiro que consulte a postagem anterior, onde tentei evidenciar as diferenças entre empreja e Igreja, provando que em momento algum estive contra o ato de congregar, porém sempre incentivando o emprego firme das doutrinas bíblicas de discernimento e separação.
Imagino que o impacto gerado por esta postagem tenha sido significativo, pois reacendeu o espírito de uma adversidade que julgava (e isso prova que me engano!) estar solucionada há muitos anos, tendo inclusive publicado um “mea culpa” em relação ao caso… que tolo eu fui: o demônio que o possuía voltou e, sem capacidade de argumentação própria, tentou incitar o conferencista (anteriormente aqui mencionado) contra meu trabalho! Confiram a sucessão de fatos na imagem abaixo:
boladefogo
O fato mais curioso acerca desse diálogo é que, na manhã seguinte a essa clara manifestação demoníaca, meu perfil do Facebook estava “bloqueado por não ser relacionado a um nome verdadeiro”… é difícil imaginar quem foi a “candinha” possessa por demônios que denunciou?!?
Aprendam e não esqueçam como agem os filhos das trevas: não dispondo de argumentos para calar a Verdade, apelam para quaisquer meios… inclusive sendo capazes de tramar a morte de seu portador!
Aliás, de que adianta a esse pobre diabo exposto acima defender com tanta violência sua empreja… se nem para ensiná-lo corretamente acerca do perdão e do legítimo comportamento cristão ela está lhe servindo?
CONCLUSÃO
Se o motivo de seu ingresso nessa postagem foi apenas a foto que escolhi para ilustrar, espero que tenha lido tudo o que escrevi e compreendido que se há tantas pessoas, mesmo sendo assíduas frequentadoras de emprejas, completamente incapazes de compreender a Palavra de Deus, quanto mais dois seres que dedicam seu tempo a si próprios e suas concupiscências.
Aquele “Deus ama a todos” que ostentam orgulhosamente como um “passe livre”, infelizmente, é prova da completa ignorância bíblica vigente em nossa era, pois (fora as passagens já citadas acerca das exclusões e do modelo amoroso do Senhor Deus) a Bíblia deixa bem claro:
“Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.” (João 3:36)
“Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.” (Romanos 8:1)
“Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniquidade, nem contigo habitará o mal. Os loucos não pararão à tua vista; odeias a todos os que praticam a maldade. Destruirás aqueles que falam a mentira; o Senhor aborrecerá o homem sanguinário e fraudulento.” (Salmos 5:4-6)
Por favor, não pense que estou tentando te empurrar o evangelho goela abaixo, pois trato vocês do mesmo modo maduro que trato aqueles que preferem permanecer crendo em um falso evangelho: falo a Verdade, mas não posso obrigar ninguém a nada… sabem o motivo?
“Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.” (Romanos 14:11-12)
Registro tais palavras sabendo que posso estrar tratando mesmo com familiares meus a quem amo muito, com quem convivo e respeito, mas cujo poder da salvação ou condenação nunca esteve (e nem nunca estará!) em minhas mãos.
“O Senhor fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios, até o ímpio para o dia do mal.” (Provérbios 16:4)
Portanto, peço encarecidamente que tente não me odiar e pense comparativamente: se nesse exato momento há alguém pregando para você e, ao mesmo tempo, tirando seu dinheiro por aquiescer e alentar suas concupiscências e pecados… isso não pode ser o mesmo evangelho pregado pelo Senhor Jesus Cristo analisado logo no início desse texto!!
Eu não tenho absolutamente nada a ganhar mentindo para você, pelo contrário, ao te falar a Verdade tiro seu sangue das minhas mãos!
“Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniquidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei. Mas, se avisares ao ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniquidade, mas tu livraste a tua alma.” (Ezequiel 3:18-19)
Diante disso, sugiro amorosa e veementemente que deixe seus maus caminhos – seu adultério, suas mentiras, sua devassidão, seus roubos… – e busque reconciliação com o Senhor Deus.
Caso não aceite minha sugestão… seja feliz e saiba que isso não o torna meu inimigo, pois senão me seria necessário sair deste mundo!
Agora, quanto a esse bando de safado que se finge de irmão enquanto permanece pregando o falso evangelho da busca por um líder político messiânico, de direita ou de esquerda… só posso lamentar, pois o verdadeiro trigo só se reconhece através das atitudes.
Vocês, miseráveis espirituais, não são capazes de reconhecer o cumprimento profético nem que ele esteja sendo esfregado em suas fuças!
Acham que devem se usar das mesmas práticas que os ímpios porque não têm maturidade para compreender os desígnios de Deus!!
Ora, se os ímpios estão começando a tentar impor leis… isso não é por acaso: a Palavra do Senhor se cumprirá com exatidão:
“E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.” (Apocalipse 13:7)
Ah! E não pensem que vocês são “os santos” que serão derrotados… de forma alguma!!! Vocês são apenas uma multidão de joio que passou pela porta larga, com a permissão do Senhor, apenas para poder criar a animosidade necessária a essa guerra que será declarada. Podem ter certeza absoluta de que vocês estarão do lado do vencedor, mas depois não digam que não foram avisados…
“Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça, e cometer a iniquidade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá: porque tu não o avisaste, no seu pecado morrerá; e suas justiças, que tiver praticado, não serão lembradas, mas o seu sangue, da tua mão o requererei. Mas, avisando tu o justo, para que não peque, e ele não pecar, certamente viverá; porque foi avisado; e tu livraste a tua alma.” (Ezequiel 3:20-21)
Que o Senhor Deus esteja sustentando, protegendo e dando sabedoria as legítimos santos: aqueles que suportarão, sem desistir e nem negar O Nome Santo d’O Senhor diante das dificuldades mortais dos últimos dias.

Related Posts with Thumbnails