18 de mar de 2013

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
lambwolf
Voltei.
Tenho muitas coisas a dizer e a primeira delas é agradecer ao Senhor Deus por tudo: pelas tantas coisas maravilhosas que excederam quaisquer expectativas que eu pudesse ter, pelas lições que tive e estou tendo a cada momento… tanta coisa que simples palavra nunca poderiam expressar minha gratidão, assim como tamanha benignidade me remete à relevância e ao peso do cumprimento do dever para o qual fui escolhido.
A segunda coisa é pedir perdão.
Perdão pela ausência, perdão pelo silêncio… perdão por ter me afastado da missão, por ter sido relapso em cumprir minha vocação de plagiador da Bíblia, de comparador de fatos com a Palavra, de objeto da ira daqueles que estão escapando (ou já completamente fora) da justa medida de julgamento.
A terceira coisa é avisar que a partir de agora, diante as lições que aprendi, pretendo ser um pouco mais direto em meus textos… nunca com menos humildade e sempre disposto a pedir perdão caso cometa algum engano, porém tendo muito mais certeza – tanto de tudo o que falei quanto da ação d’Aquele que deu Sua Palavra como lastro de minhas palavras – para discernir e afirmar acerca dos temas abordados.
Hoje, por exemplo, escolhi comentar as repercussões de uma postagem realizada em maio de 2011, chamada “Decepções”: você, caro leitor, acredita que, por conta dela, cheguei a receber mensagens privadas de três – isso mesmo – TRÊS homens de relativo destaque no meio gospel virtual…
E, talvez o pior de tudo, cada um deles questionou se não seria ele próprio a estar ali estava sendo mencionado… três líderes que, sem o menor temor de estar usando o termo impróprio, não passam de grandes sem-vergonha!!!
Ora, se quando escolhi esse título para a postagem original minha decepção já era bastante grande em relação a apenas um sem vergonha… imagine agora, que sei que existem pelo menos três que podem ter praticado atos semelhantes?
Seriam esses os “anjos” da Igreja… ou os lobos devoradores que, conforme previsto pelo Senhor, já estão infiltrados no que deveria ser Seu Corpo, mas a cada dia se caracteriza melhor dentro do miserável conceito de “empresa eclesiástica”?
Será necessário que eu relembre a estes o que a Palavra de Deus fala acerca de como devem proceder?
“Ora, quanto às coisas que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher; Mas, por causa da fornicação, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.” (1 Coríntios 7:1-2)
“Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento; Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?); Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo.” (1 Timóteo 3:2-7)
“Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias casas. Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.” (1 Timóteo 3:12-13)
“A Tito, meu verdadeiro filho, segundo a fé comum: Graça, misericórdia, e paz da parte de Deus Pai, e da do Senhor Jesus Cristo, nosso Salvador. Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei: Aquele que for irrepreensível, marido de uma mulher, que tenha filhos fiéis, que não possam ser acusados de dissolução nem são desobedientes. Porque convém que o bispo seja irrepreensível, como despenseiro da casa de Deus, não soberbo, nem iracundo, nem dado ao vinho, nem espancador, nem cobiçoso de torpe ganância.” (Tito 1:4-7)
Resumindo: sei que ao citar as passagens acima estou “chovendo no molhado” e pretendo permanecer sem nomear o autor dos atos mencionados na primeira postagem, porém aqueles que me escreveram questionando “seria eu?”… podem se incluir em minha lista de espanto, decepção e repúdio.
Faço isso não com raiva e muito menos por vingança, mas com profundo pesar por tudo o que está ocorrendo: a despeito de ser o cumprimento profético, não há como se alegrar ao tomar conhecimento de tais escândalos.
Haveria uma quarta coisa a relacionar na lista inicial, mas… deixei para o final.
Nesses meses em que estive ausente, me parece que a situação piorou ainda mais: repúdio ainda maior (se é que isso é possível) ao conhecimento bíblico, imoralidade, substituição dos valores espirituais por valores morais e sociais, ecumenismo, preparação de verdadeiras guerras por motivos falsamente religiosos, manipulação popular ainda mais intensa… sou apenas eu ou você também acha que a coisa toda piorou?
Espero não ter sido breve demais, porém é esse o “ritmo” que pretendo aplicar a essa nova fase.
A graça e a paz do Senhor Jesus Cristo sejam com todos aqueles que O amam, procurando conhecê-lO através de Sua Palavra e, principalmente, obedecem!

Categories:
Related Posts with Thumbnails