10 de mai de 2012

respeitoaoateu
Não sou de discutir com os ateus — é um direito deles que se recusem a crer em qualquer coisa que se relacione ao Senhor Deus e, uma vez avisados, que assumam as consequências por suas opções (pois seu sangue não clamará em minhas mãos) — acho muito ruim quando uma pessoa (tentando ser “cristã”) fica funhenhando a paciência de alguém (não apenas os ateus!), querendo enfiar sua fé goela abaixo de quem quer que seja!
A própria Bíblia ensina:
“Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o, Sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado.” (Tito 3:10-11)
Até pouco tempo atrás, costumava ficar muito indignado quando um ateu (ou qualquer um com outra crença… ou descrença…) vinha com aquele papinho acusativo sobre os cristãos e as cruzadas, os horrores da inquisição… sempre via nisso uma tentativa de se fazerem de vítimas…
Caramba! Esses episódios foram causados por conta de homens corruptos e gananciosos, baseados em interpretações errôneas e deturpadas de passagens bíblicas: é altamente improvável que nos dias de hoje apareça algum ser tapado que não compreenda os fatores cronológicos e específicos inseridos no texto bíblico… ou não?