11 de out de 2011

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
   Não existe uma pessoa sequer no mundo que tenha se tornado “testemunha de jeová” (russelita) só pela leitura da Bíblia, pois isso é impossível!
   O que eles chamam de “Estudo Bíblico” é, na verdade, o estudo bíblico de “A Sentinela” e de outras publicações da Sociedade Torre de Vigia (STV).
   Charles Taze Russell, o fundador do russelismo, nasceu em 1852, nos EUA.
   Seus pais eram Presbiterianos: Russell pertenceu à Igreja Congregacional e, em seguida, à Igreja Adventista.
   Em 1874 fundou formalmente o Movimento Russelita e em 1879 começou a publicação do periódico “Torre de Vigia de Sião”, hoje chamada “A Sentinela”.
   O sucessor de Russell, Joseph Rutherford, efetuou 148 alterações doutrinárias no sistema de crença da SEITA: publicou a obra póstuma de Russell intitulada “O MISTÉRIO CONSUMADO”, e o sétimo volume de “Estudos das Escrituras”, como meio de consolidar em torno de si o domínio e o controle da organização.
   Eles começaram no Brasil em 1920 e sua sede nacional permaneceu em São Paulo, capital, até 1980.
   Atualmente a sede nacional encontra-se em Cesário Lange, interior do Estado.
FALSAS PROFECIAS DE RUSSELL
   Russell profetizou que a batalha do Armagedom ocorreria em 1914.
   Neste ano, segundo ele, dar-se-ia também a vinda de Cristo, mas, na referida data… nada aconteceu!
   Depois ele mesmo refez os cálculos e estabeleceu o ano de 1915… nada acontecendo!
   Refez novamente os cálculos e estabeleceu o ano de 1918… e todas as datas falharam!
   Profetizou que até 1914 viria um tempo de tribulação tal qual nunca houve desde que há nação para que fosse estabelecido o Reino de Deus. Os judeus seriam restaurados, os reinos gentios seriam quebrantados em pedaços como um vaso de oleiro, e os reinos deste mundo passariam para o Nosso Senhor e para o seu Cristo.
   NADA, ABSOLUTAMENTE NADA SE CUMPRIU!
   Ele veio a falecer em 1916.
FALSAS PROFECIAS DE RUTHERFOD
   Rutherford, o sucessor de Russell, também refez os cálculos e estabeleceu o ano de 1925 como o início do Milênio… isso também não se cumpriu (haja teimosia!).
   Desapontado e frustrado, Rutherford justificou seu malogro dizendo que tudo mostra que Jesus está presente (…grande novidade!) e foi isso que ele escreveu em “Milhões Que Agora Vivem Não Morrerão Jamais”.
   Em 1929 ele denunciou as “Profetadas” de Russell como paranoicas, como tentativa de solucionar os mistérios de Deus fora da bíblia.
   Quando Rutherford refez o cálculo e estabeleceu o ano de 1925 como o inicio do Milênio, ele teve a loucura de comprar um Palacete em San Diego na Califórnia e dar a ele o nome de BEIT SARIM (Casa dos Príncipes, em Hebraico), para recepcionar os profetas e os patriarcas do Velho Testamento: enquanto a entidade aguardava o tal evento, Rutherford, com a sua esposa e filho, passava lá o inverno.
   Estas profetadas foram publicadas no livro intitulado “Milhões Que Agora Vivem Não Morrerão Jamais” (que fez o maior sucesso no meios dos cegos espirituais).
   Dessa forma fica revelado o ministério de Rutherford… exatamente como aconteceu com Russell!
   A Palavra de Deus diz claramente:
   “Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro.” (Deuteronômio 18:10)
   Como acabamos de ver a base dessa seita só não é mais bichada por falta de espaço…
MARCADORES DE DATAS
   Os russelitas são especialistas em marcar datas para a Segunda Vinda de Cristo: estabeleceram os anos de 1914, 1915, 1918, 1925, 1941, 1975, e um pouco antes do ano 2000 ( Na página 12 da revista “A Sentinela” de 01/01/1989 está escrito que a obra da pregação que Paulo e Barnabé começaram deve terminar no final do século Vinte).
FALSOS PROFETAS
   Além de Russell e Rutherford, outros falsos profetas deles alcançaram nossos dias: Knorr e Franz.
   Em 1946, a organização lançou o livro “A Verdade Vos Tornará Livres”, contendo a base da profetada do Armagedom para 1975: muitas pessoas simplórias venderam propriedades, outros abandonaram estudos e carreira profissional, mas, outra vez… NADA aconteceu!
OS RUSSELITAS E A BÍBLIA
   Dizem que ninguém pode compreender a Bíblia sem a revista “A Sentinela”.
   Parece muito com a história dos padres: o povo não deve ler a Bíblia: só eles podem explicá-la!
   Não reconhecem qualquer outra versão da Bíblia, além da sua versão DETURPADA chamada “Tradução Novo Mundo”.
   Esta tradução foi preparada para contrabandear as crenças pré-fabricadas da Torre de Vigia para o texto das Escrituras.
   Trata-se de uma obra MUTILADA, BABILÔNICA, TENDENCIOSA,VICIADA e cheia de Interpolações.
   Traduziram João.1:1 por “E a Palavra era (um) deus”.
   Disse o Dr. Bruce M. Metzger, da Universidade de Princeton (professor de língua e literatura do Novo Testamento):
   “Uma tradução horripilante… errônea… perniciosa… repreensível. Por outro lado, se os testemunhas de Jeová levarem a sério esta tradução, eles são politeístas.”
   E outro detalhe: nenhum “testemunha de jeová” no mundo lê outra literatura que não seja da STV: eles se sentem vigiados o tempo todo, e vivem como prisioneiros sem grades.
SOBRE A TRINDADE
   Os T.J.’s negam a Trindade divina assim como fazia o herético Ário, que foi expulso da Igreja nos primórdios do Cristianismo.
   Dizem não encontrar o termo na Bíblia e, por isso, o rejeitam.
   O termo “Trindade”, de fato, não se encontra na Bíblia mas as Três Pessoas divinas do Pai, do Filho e do Espírito, coeternas e iguais em essências entre Si, estão; bem como volumoso ensino sobre isso.
   Chegam a dizer que a Trindade, é uma mentira inventada e espalhada por Satanás para enganar a humanidade.
TRANSFUSÃO DE SANGUE
   A palavra “SANGUE” aparece 236 vezes no Velho Testamento hebraico, sendo 17 vezes com relação a proibição de comer com sangue.
   No Novo Testamento a palavra sangue ocorre 99 vezes.
   A seita dos “Testemunhas de Jeová” tem horror à transfusão de sangue: eles se recusam até a salvar vidas carentes de transfusão de sangue!
   Em outras palavras, são HOMICIDAS PASSIVOS!
   “Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo.” (Mateus 23:24)
   Eles alegam que procedem desta maneira porque obedecem aos preceitos bíblicos, mas onde está nas Escrituras Sagradas que se pode deixar alguém morrer por falta de transfusão de sangue?
   Onde está escrito nas Escrituras Sagradas que transfusão de sangue é pecado?
   Ora… EM NENHUM LUGAR DA BÍBLIA!!!
   A expressão “algum sangue”, em Levítico, não pode referir-se ao sangue humano (como querem os “testemunhas de Jeová”) porque o versículo 13 deixa bem claro que se trata de: “caça de animal ou de ave que se come”!
   Agora… alimentar-se do ser humano, a proibição não é somente ao sangue, mas também à carne humana. Portanto, não teria sentido uma ordenança dessa natureza.
SOBRE A CRUCIFICAÇAO DE JESUS
   Jesus foi crucificado ou estacado?
   As Sagradas Escrituras afirmam:
   “Mas eles clamavam em contrário, dizendo: Crucifica-o, crucifica-o.” (Lucas 23:21)
   Porém a “Tradução Novo Mundo” que é a Bíblia dos “Testemunhas de Jeová” ou Russelitas, está assim descrito:
   “Começaram então a berrar, dizendo: para a estaca, para a estaca com ele"!”
   Para se saber com exatidão sobre essa execução (a crucificação) é necessário de antemão saber em que região, em que época e sob qual autoridade foi executada a sentença, além de conhecer o ponto de vista do escritor que emprega o uso do referido vocábulo…
É PAGANISMO ADORAR A JESUS
   As Testemunhas de Jeová ADORARAM a Jesus desde 1879, mas, de repente, o diabo lhes disse para pararem com isso!
   A posição de Jesus é contrastada com a de homens e anjos, desde que é SENHOR de ambos, tendo todo o poder no céu e na Terra. Desde que assim é dito:
   “Que todos os anjos o adorem” (isto inclui Miguel, o chefe dos anjos, o que significa então que Miguel não é O FILHO de DEUS e a razão está em que JESUS tem alcançado nome mais excelente do que o deles..
The Watchtower, Novembro de 1879, pág.4
   Posteriormente a esta matéria os T. J.’s, publicaram outra ensinando a adoração de Jesus nos seguintes termos:
   “Sim, cremos que Nosso Senhor Jesus enquanto esteve na Terra foi realmente Adorado e Corretamente assim procedido.”
The Watchtower, 1898, pág.4
   As Testemunhas de Jeová adoraram a JESUS desde a sua fundação até 1952, quando em 01/01/1953 na página 31 da revista “A Sentinela” veio trazendo a proibição de adorar a JESUS:
   “Nenhuma distinta adoração deve ser dada a Jesus Cristo.”
   Haja contradição! Um dia dizem uma coisa, noutro dia dizem outra?!
RAZÕES PORQUE NAO POSSO SER “TESTEMUNHA DE JEOVÁ”
Os Testemunhas de Jeová:
  • Negam a divindade absoluta e singular de Jesus Cristo;
  • Ensinam que Jesus Cristo é um ser criado – simplesmente um “outro deus”;
  • Negam a personalidade e divindade do Espírito Santo;
  • Negam a doutrina Bíblica da trindade;
  • Negam a ressureição física e corporal de Jesus Cristo;
  • Negam a volta física e visível de Jesus Cristo;
  • Negam a presença do crente com Cristo após a morte;
  • Reprovam a esperança que o crente tem de ir para o céu;
  • Negam a realidade e eternidade do castigo futuro;
  • Negam a salvação perfeita da cruz de Cristo;
  • Negam o patriotismo, a continência à bandeira e a prestação de serviço militar;
  • Estão confusos quanto aos 144.000;
  • Usam uma tradução deturpada da Bíblia, conhecida como “Tradução Babilônica”;
  • Têm um sistema doutrinário que se baseia nas interpretações de Charles Taze Russel.
CONCLUSÃO
   Este artigo não se destina a fomentar a intolerância religiosa nem a exaltar uma denominação religiosa em detrimento das demais: a liberdade de culto está prevista na Constituição do Brasil e é questão de foro íntimo.
   Tampouco visa a denegrir a imagem dos adeptos do movimento religioso sob enfoque: de fato, a maioria das Testemunhas de Jeová – enquanto indivíduos – é composta de pessoas decentes e sinceras, tendo sido a busca de Deus que motivou seu ingresso à religião.
   Mas é também verdadeiro que isto se aplica aos adeptos de quaisquer outras religiões “cristãs”… assim como também é verdade que em nossos dias, no intuito de manter a fidelidade de seus membros, facções religiosas ou seitas têm (a exemplo dos regimes totalitários) feito uso de técnicas de cerceamento de liberdade e informação, bem como isolamento psicológico – método este que alguns estudiosos classificam como ‘lavagem cerebral’.
   Os episódios estarrecedores de algumas seitas onde seus membros cometeram suicídio coletivo certamente merecem nossa atenção, pois mostram a eficácia de tais técnicas e ilustram bem até que ponto pode ir o controle mental exercido em nome da religião.
   A este respeito, não se pode negar que a postura histórica das Testemunhas de Jeová - com respeito às vacinas (1921-1952), aos transplantes de órgãos (1967-1980) e, principalmente as transfusões de sangue e derivados (1945 até hoje) tem igualmente cobrado altíssimo tributo em vidas humanas ao longo de mais de meio século.
   A diferença talvez consista no fato de que, não ocorrendo todas estas mortes em um mesmo lugar e ao mesmo tempo - como nos episódios anteriormente citados - passam despercebidas em nosso dia-a-dia, como uma espécie de massacre gradativo e silencioso.
   Entretanto, todos estes sacrifícios de vidas humanas envolvem uma mesma coisa: a convicção religiosa.

Related Posts with Thumbnails