20 de jul de 2011

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
   A cada dia tenho mais certeza de que essa minha ausência forçada tem sido proveitosa apenas para pagar as contas, porque têm chegado muitas cartas com questões interessantes e não tenho a oportunidade de me concentrar para respondê-las devidamente.
   Se você é um desses que se comunicou, por favor continue aguardando!
   Porém, dentre os assuntos mais recorrentes, posso destacar duas questões bastante relevantes: “quando será o arrebatamento?” e “o nome ‘Jesus Cristo’ está errado e há um ‘verdadeiro nome sagrado’ em hebraico e oculto através por deturpações através da história?”.
   Fico honrado em ter sido escolhido por tantos como “ponto de referência” e, antes de prosseguir, devo lembrá-los que vou responder com a simplicidade de quem não é formado em teologia e buscando basear-me apenas na lógica bíblica direta, ou seja, a Palavra nunca permite contradições!
   Outrossim, já é fato inconteste que não sou denominacional e muito menos escravo das empresas eclesiásticas, portanto não é agora que vou começar a “puxar a sardinha para a brasa” de ninguém!
   INFORMAÇÕES ADICIONADAS EM 23/07/2011
   Não é usual, mas, para deixar bem esclarecidos meus procedimentos, achei melhor adicionar aqui estas informações que não constaram no momento original da postagem.
   O texto contido na imagem abaixo é um típico exemplo de proselitismo religioso através de uma mensagem que me foi enviada em resposta à postagem realizada pelo irmão Adail sobre as heresias do sistema G-12:
Clique para ver maior
   Reparem os seguintes elogios: “pesquisador dedicado”, “homem do bem”… “preciosa atenção”!!!
   Não havia revelado tal imagem, assim como não fiz menção direta ou pessoal alguma (tanto do autor quanto de sua família!) no decorrer do texto por crer ser possível diferenciar a doutrina do indivíduo: condenar as práticas e doutrinas errôneas, esperando que seu praticante reconheça seus erros e procure abandoná-los, sem que isso implique em sua exposição pública e possíveis consequências.
   Pois bem, atendi ao convite tendo em mente a seguinte passagem:
   “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais seus companheiros. Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no SENHOR; andai como filhos da luz (Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade); Aprovando o que é agradável ao Senhor. E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes CONDENAI-AS.”  (Efésios 5:6-11)
   A visita foi bastante surpreendente e suficiente para gerar o texto analítico comparativo original que aparece abaixo, cujas consequências podem e devem ser observadas nos comentários.
   YAHUSHUA?!?
   Recebi um e-mail em tom de alerta urgentíssimo sobre esse assunto e não achei justo escrever sem ouvir os argumentos de seu autor, que (entre vídeos e textos) menciona coisas como “criptografia espiritual” no livro de Cantares (se inspiraram no “Código Da Vinci”?) e uma suposta mentira sendo difundida a partir de 500 anos atrás…
   Só parei para pensar um pouco e já achei um problema nessa tese: Paulo, que era Saulo, foi escritor de mais da metade do Novo Testamento, era possuidor de dupla cidadania e, só “por acaso”, foi o apóstolo abortivo… quase não conheço todos os livros que ele escreveu, mas certamente neles NÃO HÁ NENHUMA REFERÊNCIA ao fato de que o nome do Senhor Jesus Cristo deva ser pronunciado apenas no original hebraico.
   Se fosse algo tão fundamental a fé cristã, tenho certeza de que ele, cidadão fluente em grego e hebraico, faria questão de deixar bem esclarecido em seus textos… talvez dedicasse uma epistola inteira a um tema do qual, segundo esses modernos “caçadores da arca perdida”, poderia até mesmo depender a própria salvação!
   Ora, se Paulo não o fez, só nos restam duas opções:
   1. A Bíblia é um livro obscuro e mentiroso, que não “joga limpo” e restringe o acesso tanto às bênçãos quanto à salvação para um grupo mínimo de pessoas que (apenas recentemente) descobriram que a suposta pronúncia hebraica seria a correta: isso significaria que, no decorrer de grande parte da história, milhões de pessoas foram para o inferno só porque clamaram o nome de Jesus ao invés de algo em hebraico?!?
   Nesse caso, toda a base da fé cristã (que é a Palavra de Deus) seria inútil e completamente dispensável: uma única mentira que esteja nela põe em cheque o próprio Deus, que então não teria tido poder nem para cumprir o que mandou registrar:
   “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” (Apocalipse 22:18-19)
   2. Todo esse preciosismo é inútil e desvia a atenção dos pretensos cristãos para uma pronúncia estranha que parece mais, para a maioria das pessoas, o som de um espirro!
   Aí eu fui ver como o próprio Deus de apresentou, ainda no Antigo Testamento:
   “E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós. E Deus disse mais a Moisés: Assim dirás aos filhos de Israel: O SENHOR Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó, me enviou a vós; este é meu nome eternamente, e este é meu memorial de geração em geração.” (Êxodo 3:14-15)
   Não tenho a mínima dúvida que o Senhor Deus não falou isso pensando em inspirar a Gloria Gaynor em “I Am What I Am”, porém para se definir como O ÚNICO, que transcende todos os conceitos imagináveis pelos seres humanos.
   a) Conceito Material: uma pedra é uma pedra, que em inglês é stone, em francês é pierre, em alemão é stein, em grego é πέτρα e assim por diante… para provar minha teoria, experimente tomar uma na cabeça e veja se, mesmo em japonês, não vai doer pra caramba!
   b) Conceito Pessoal: Um nome interessante é João, que em inglês (e na maioria das outras línguas) é John, em finlandês é Johannes e em italiano é, surpreendentemente, Giovanni!
   Ora, as pessoas não têm a obrigação de saber outras línguas e isso até poderia ser o princípio de uma justificativa para a ideia dos (vamos chamá-los a partir de agora como) elitistas, porém O “Eu Sou O Que Sou”, além de ter criado Ele próprio TODOS OS IDIOMAS, também tem uma boa explicação para sua acessibilidade:
   “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Isaías 55:8-9)
   Então, esse papo de que Ele só vai atender se chamarmos exatamente no idioma original fica parecendo muito mais com bruxaria ou exibicionismo do que com a espontaneidade aplicada por um filho que, principalmente nos momentos de angústia, clama por seu pai.
   Ah! Mas alguns poderão alegar que essa é especificamente a língua da salvação e o fato de não a pronunciarmos nos tornaria condenáveis. Será? Diga aí, querido apóstolo Paulo:
   “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.” (1 Coríntios 13:1)
   “Dou graças ao meu Deus, porque falo mais línguas do que vós todos. Todavia eu antes quero falar na igreja cinco palavras na minha própria inteligência, para que possa também instruir os outros, do que dez mil palavras em língua desconhecida. Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento. Está escrito na lei: Por gente de outras línguas, e por outros lábios, falarei a este povo; e ainda assim me não ouvirão, diz o Senhor.” (1 Coríntios 14:18-21)
   Paulo, que não deixou escapar aqueles que valorizam demais certos procedimentos físicos, fez questão de destacar isso:
   “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças; Porque toda a criatura de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças. Porque pela palavra de Deus e pela oração é santificada. Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Jesus Cristo, criado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido. Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas, e exercita-te a ti mesmo em piedade; Porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir. Esta palavra é fiel e digna de toda a aceitação.” (1 Timóteo 4:1-9)
   Podemos dizer que, a grosso modo, esse esforço para falar em hebraico é comparável a um exercício corporal e, portanto, de pouco proveito… fora o fato de que a salvação definitivamente não vem pelas obras, mas apenas pela graça!
   Complicando um pouco mais, o que podemos dizer das seguintes passagens:
   “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.” (Isaías 7:14)
   “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” (Isaías 9:6)
   “Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.” (Mateus 1:23)
   Diante delas podemos questionar: a Bíblia mente? Será que a questão de um nome tão específico e restritivo é mesmo tão importante?
   Para encerrar o assunto, no final das contas não será nem Jesus e nem Yahushua, vejam:
   “Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. A quem vencer, eu o farei coluna no templo do meu Deus, e dele nunca sairá; e escreverei sobre ele o nome do meu Deus, e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, do meu Deus, e também o meu NOVO NOME.” (Apocalipse 3:11-12)
serenos01
   De tudo o que pude ver nos vídeos e no blog desse pastor e apesar da alegação de profundos estudos e toda a celeuma criada em torno dessa verdadeira inutilidade pseudo-teológica,  há duas coisas que achei mais curiosas:
   Se esse pastor estudou verdadeiramente tanto… tem uma foto no final do blog cuja legenda revela que ele é casado com uma… “pastora”?! Tanto estudo o levou a ignorar até a CACP?!
   Tem uma passagem que se aplica com perfeição em situações como essa:
   “Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo.” (Mateus 23:24)
   Ainda na mesma legenda há outro detalhe que me faz questionar se ele realmente estudou tanto quanto afirma: como pode falar em avivamento… em plena Laodicéia?!? Acho que o desejo de retornar à língua hebraica o faz ignorar até mesmo a cronologia
   De qualquer forma, eu não sou evangélico (sou cristão!), não estou sendo agressivo, mas, sem dúvida alguma, que há algo de muito errado com essa doutrina… isso há!
   Caso desejem conhecer uma outra abordagem sobre o mesmo tema, sugiro um texto, também muito interessante, de Mario Persona.
   Quanto ao arrebatamento, acho que é um assunto já bem explorado por mim em “O Termômetro do Fim” e “Biometria”, mas, como tudo indica que os leitores precisam de uma síntese para poder compreender, fica combinado que na próxima postagem, caso não ocorra algo muito bombástico, esse será o tema.
   Que a graça e a paz do Senhor Jesus Cristo sejam com todos aqueles que O amam e servem de todo o coração!
LINK CURTO PARA ESTA POSTAGEM
http://bit.ly/yahushua

Related Posts with Thumbnails