21 de jul de 2011

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
   O Movimento do Nome Sagrado (ou Raízes Hebraicas) é um movimento religioso que começou por volta de 1920-30.
   Segundo alguns pesquisadores, esse movimento nasceu dentro das igrejas de Deus do Sétimo Dia: alguns dizem que alguns indivíduos, antes de 1930, já haviam publicado panfletos e livretes a respeito do assunto envolvendo a polêmica dos nomes sagrados.
   A principal preocupação deste movimento é com o homônimo escrito e oral do nome sagrado Yahweh (inglês) ou Iavé (português), uma das muitas formas de pronunciar o nome de Deus; e também Yahshua para Jesus. Desta ênfase deriva o nome deste Movimento.
   Enquanto a forma mais popular do Nome vem a nós como Yahweh, nas Bíblias hebraicas é hvhy e nos manuscritos e gravuras como hwhy. Em inglês este tetragrama é representado como YHWH ou YHVH.
   É UM MOVIMENTO UNIFICADO?
   Não. O movimento é fragmentado tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, sendo que, por  lá, parece que o maior grupo é o chamado “A Casa de Yahweh”.
   No Brasil existem:
   a Igreja de Deus Testemunhas de Ierrochua;
   Comunidade Judaica Messianitas, Igreja do Senhor Yahôshuah;
   Testemunhas de Yehoshua;
   Gideões de Yehoshua Hamashiach;
   Igreja do Deus Yehoshua;
   entre outras, até mesmo um grupo dissidente dos adventistas do Sétimo Dia já se envolveram com mais esta heresia.
   QUANTOS ADEPTOS EXISTEM?
   Não sabemos ao certo.
   Nos EUA alguns acreditam que existem perto de 7.000 adeptos, enquanto aqui, no Brasil, não existem estatísticas referentes ao número correto de membros (mas, pelo tamanho das comunidades existentes, parece não ultrapassar a cifra de mil).
   QUAIS SÃO SEUS PRINCIPAIS LÍDERES AQUI NO BRASIL?
   É difícil averiguar este ponto, pois o movimento é formado por pequenas comunidades independentes.
   Todavia, a literatura que temos pesquisado para obter informações deste movimento trás o nome de Haroeh José Cláudio Pinheiro, Josué B. Paulino, Ivo Santos de Camargo, Djalma Mathayah Pynto e outros.
   NO QUE CRÊEM OS ADEPTOS DO MOVIMENTO DO NOME SAGRADO?
   Os pontos doutrinários assim como o movimento é fragmentado: não existe um consenso geral doutrinário.
   Todavia, podemos traçar um perfil geral das várias doutrinas esposadas por eles:
  1. Alguns negam a inspiração do Evangelho de Mateus, sob alegação de que é um livro apócrifo;
  2. Ensinam que o nome correto de Jesus é Yehoshua e que Jesus significa deus-Cavalo;
  3. Fazem ligação entre Jesus (no grego Iesous) com Esus, um deus celta, pretendendo com isso afirmar que os cristãos são pagãos;
  4. Ensinam que o número 666 (número da Besta de Apocalipse 13:6-18) se enquadra no nome de Jesus;
  5. Negam o nascimento virginal de Jesus, ensinando ser ele filho de José e Maria;
  6. Negam a doutrina da Trindade, afirmando que o Pai é o Filho e o Filho, o Pai (Unicismo);
  7. O batismo é realizado em nome de Yehoshua-Mashiach;
  8. Creem em duas classes de pessoas: os cristãos, que vão para o céu; e os judeus, assírios e egípcios, que irão herdar a terra;
  9. Negam a salvação de quem invoca o nome de Jesus. Só há salvação para quem invoca o nome Yehoshua;
  10. Ensinam a guarda do sábado como fator necessário à salvação.
  11. Renegam o nome de "cristãos", dizendo que tal nome foi dado para escarnecer dos discípulos, é um nome pagão.
  12. Guardam festas e dias tipicamente judaicos; outras usam véu, praticam lava-pés, ósculo santo, comem pão ázimo, etc.
   Além destas acima, podemos incluir ainda a crença de que a pronúncia original do tetragrama pode ser determinada com certeza absoluta: muitos líderes dentro deste movimento acreditam e ensinam que, a menos que a pessoa use o nome hebreu e só o nome hebreu para Deus, ele ou ela será condenado eternamente!
   Contudo nenhum deles sabe, de fato, a pronúncia hebraica original do nome de Deus e isso fica constatado quando comparamos os diferentes nomes usados por grupos dentro do movimento ou por indivíduos que vivem mudando constantemente o nome e sua pronuncia, que acreditam ser sagrados.
   Para alguns deles Deus é chamado de Yah, Yahh, Yahweh, Yahveh, Iahueh, Yahwah, e Yaohu; para outros ele é chamado como Yhwh, Yhvh.
   Jesus é chamado de Ierrochua, Yehoshua, por alguns; por outros de Yasha, Yeshua, Yahushua, Yaohushua, Iahushua, Yahvahshua, Yhwhhoshua.
   A ortografia e pronúncia do Nome usadas por um grupo difere grandemente da pronuncia usada por outro grupo: alguns o chamam de Iaurrúshua, e outros de Yahôshuah…
   Também em relação ao tetragrama temos uns com Yahweh, e outros com Yaohu, ou Yahuwah, e outros nomes.
   Todas estas ortografias e pronúncias são, na verdade, nomes diferentes!
   Então, entre os próprios adeptos do movimento, há muitos Nomes diferentes, cada qual sagrado apenas aos seus usuários. Ainda por cima, cada um está convencido que a ortografia particular usada por ele é o verdadeiro Nome que o anjo pronunciou a Maria!
   O pior de tudo é que muitos até vivem mudando de pronúncia e isso mostra a tremenda confusão que impera no seio destes grupos heréticos.
Fonte: Sola Scriptura (baseado em estudos publicados no CACP)
LINK CURTO PARA ESTA POSTAGEM
http://bit.ly/nomesagrado

Related Posts with Thumbnails