21 de jun de 2011

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
   Certo dia, apareceu na Coréia do Norte, um homem dizendo-se apto a trazer novas esperanças e uma nova era.
   Seu nome: Sun Myung Moon.
   “Evangelista” milionário, industrial e fundador da Igreja da Unificação. Nascido em 1920, de pais presbiterianos, Moon começou pregando coisas extraordinárias quando tinha apenas 12 anos.
   Ele afirma que em 1936 estava orando em um monte quando Jesus Cristo apareceu-lhe e disse que ele havia sido selecionado para uma grande e importante missão: Moon diz que foi chamado para assumir a tarefa de completar o cristianismo inacabado e que, durante nove anos que se seguiram à revelação, uma série de princípios lhe foi revelada, o que resultou em sua capacidade de entender claramente a natureza do universo, o significado real da história e a interpretação real das parábolas e símbolos bíblicos.
   (Hmmm… que “privilegiado”!)
   A revelação foi recebida progressivamente através da oração, estudos de todas as escrituras religiosas, meditação, comunicação espiritual com algumas pessoas como Jesus, Moisés e Buda; e direta comunicação com Deus.
   No fim deste tempo, os moonitas afirmam que o “reverendo” Moon tem sido escolhido para resolver o vasto quebra-cabeça espiritual e trazer a sua revelação para o mundo.
   Publicamente, os moonitas relutam em identificá-lo com o messias, o Senhor do Segundo Advento.
   Moon já declarou, em entrevistas, ser o cabeça da família perfeita que Deus quer estabelecer na Terra: tal família falhou com Adão e Eva por causa do pecado; falhou também com Jesus e Maria Madalena por causa da morte de Jesus antes de casar; e agora está sendo levantada com ele e sua esposa.
   (Acredite quem quiser!)
   Seus adeptos o chamam de “papa” Moon e estão preocupados em ganhar filhos para formar a grande família espiritual que dirigirá a terra e unificará todas as formas de culto, complementando o cristianismo, que está inacabado, com seus ensinamentos.
   Eles oram sempre pedindo que a palavra de Deus, a personalidade e o coração os unifiquem com a divindade, pois creem que, através do aperfeiçoamento individual, o homem pode ser um com Deus - a própria essência da divindade.
   Também creem que o propósito principal da criação é o de estabelecer a família perfeita, pregando a volta ao estado primitivo e paradisíaco do homem, acreditando que Moon é o homem escolhido por Deus para formar essa família.
   Os moonitas pregam a perfeição própria do homem e a paz, liberdade e felicidade; todas as coisas devem voltar ao seu estado natural criado por Deus: dizem que o mundo está nas mãos de Satanás, que foi perdido pelo homem e que este deve lutar para reconquistá-lo.
   Suas orações são decoradas, chavões ensinados por Moon; verdadeiras lavagens cerebrais que devem ser praticadas pelos seus fiéis, e que são destituídas totalmente do sabor bíblico e cristão.
   Seus fiéis prometem fidelidade absoluta a Moon e aos seus princípios até o fim de suas vidas. E mais: prometem dar a vida - aqui está o grande perigo na fé dos fanáticos moonitas…
   Resumindo, estas são as principais características de uma seita herética:
   O Senhor Jesus Cristo NÃO É O CENTRO das atenções:
   Negam a sua divindade e não O colocam em primeiro lugar no seu culto, afirmando, pelo contrário, que Moon é o Messias moderno, uma segunda revelação de Cristo.
   Têm outras formas doutrinárias além da Bíblia:
   Creem na Bíblia apenas de acordo com as interpretações de Moon.
   Dizem ser os únicos certos:
   Aquele que não pertencer à família moonita não poderá ser “restaurado”. Todas as religiões estão erradas e, se não forem unificadas em Moon, serão todas destruídas.
   Ensinam o homem a desenvolver sua própria salvação:
   Para Moon, salvação, inferno, julgamento e doutrinas básicas do cristianismo não têm o mesmo significado que se lhe atribuem todos os cristãos.
   São proselitistas:
   Fazem seus neófitos, não pregando para os doentes, aflitos e necessitados. Aproveitam a fé de pessoas menos experientes e jogam a rede em qualquer aquário que encontram (e o pior de tudo: eles chegam até mesmo a enganar pastores evangélicos!).
   A história de Moon é semelhante a todas aquelas que são contadas pelos fundadores de todas as seitas heréticas. Vejamos seus princípios parecidos:

   Foram “iluminados” desde crianças;

   Tiveram uma visão, iluminação, aparição;

   Foram escolhidos para uma nova missão;

   Receberam dons especiais;

   Escoram-se sempre em Buda, Jesus ou Maomé;

   Têm uma mensagem diferente;

   Vão revolucionar o mundo;

   Pretendem encampar todas as religiões.

   Não passam todos de sonhadores e ilusionistas: seus adeptos vivem um sonho fantasioso e lutam para atrair pessoas para suas fileiras, vivendo de ilusão, de máscara e de fantasia até que o Cristo bíblico, com sua voz compassiva e amorosa, atraia para Si alguns dos que buscam a Verdade.
   Estes sim, permitem que o verdadeiro Jesus ser entronizado em seus corações e, somente aí, eles deixam tudo, reconhecendo que a Verdade é o Cristo Vivo e que somente na Bíblia podem encontrar a verdadeira revelação de Deus.

Related Posts with Thumbnails