23 de jun de 2010

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
Bíblia QUASE no Lixo   Acho que só pode ser esse o sentimento que leva um jovem amigo meu a ficar variando entre o único caminho da Verdade e os tantos outros possíveis caminhos que, sem dúvida, levá-lo-ão à perdição e à morte.
   Não foi por falta de atenção de minha parte, pelo contrário, fiz tudo o que esteve ao meu alcance para auxiliá-lo… até mesmo já havia dedicado uma outra postagem inteiramente a ele e às dúvidas que o afligiam naquele momento. Olhando-a agora acho engraçado o comentário feito por ele (pontuação realizada por mim):
   Amigos,
   quero retificar o que disse neste bate-papo e dizer que conversei com Deus profundamente sobre muitas coisas e vi que estava totalmente equivocado sobre algumas dúvidas.
   (Estou) novamente na batalha, pela guerra!
   Levando em consideração que aquela não era nem de perto a primeira vez em que os mais diversos tipos de dúvida o levaram a afirmar que desejava abandonar o evangelho, só pude esperar que alguém que se compromete a batalhar em defesa da fé saiba honrar sua própria palavra… mas, como em muitas oportunidades anteriores, ele me encontrou novamente pelo MSN e:
Teóphilo, gostaria de compartilhar algo com você…
   Sabe que, se estou aqui, estou sempre pronto para te ouvir!
Eu não sinto a mínima vontade de frequentar uma igreja… e, quando vou em uma, sinto uma grande vontade de ir embora! Na verdade sinto um grande alivio. Você já passou por isso?
   Ué? Quase o tempo todo desde que saí… e lá se vão cinco anos!
Entendo… não é mais ambiente para mim, Teophilo.
E também não acredito, Teophilo, que a Bíblia seja a palavra de Deus: acredito em Deus e no seu filho, mas na Bíblia não.
Me desculpa ai se te ofendo falando sobre isso desta forma, mas é minha forma de pensar atualmente.
   Ah, meu querido, não me ofende, mas, se essa é tua decisão, pode seguir teu caminho sem se afirmar como cristão, por favor!
Entendo… tens razão…
Bom amigo, mudando de assunto: achei muito bonito o layout de seu site! Continue como sempre escrevendo os artigos.
Vou estudar para uma prova na segunda e, sendo assim, nos falamos outro dia.
Tenha um bom domingo e uma ótima semana.
Que Deus lhe proteja e continue te abençoando todo os dias.
   Nesse meio tempo fui obrigado a dar atenção à minha esposa que, tenho evitado falar abertamente, tem sofrido fortes dores de cabeça e ouvido por conta de um dente extraído: na ânsia de trabalhar ela não fez o devido repouso e agora estamos arcando com as complicações e os custos de diversos remédios. Já fomos a diversos médicos e já recebemos diversas prescrições, mas o fator causador de tanta dor é o estado de nervos que a ataca quando pensa no tamanho de nossas dívidas diante de sua impossibilidade de trabalhar.
   É uma espécie de quebra-cabeças, pois se não faz repouso acarreta em não recuperação, mas se faz repouso deixa de receber e fica nervosa por conta disso e piora, tendo que fazer mais repouso!
   Ao contrário dela, para mim as oportunidades não estão sequer aparecendo… reparem que tenho conseguido até escrever por aqui e comentar em alguns blogs. Tenho feito alguns reparos em computadores, mas não sei usurar de ninguém e os rendimentos não são suficientes para suprir as necessidades.
   E como provação pouca é bobagem, lá na outra casa da minha mãe (que tem sobrevivido pela graça e pelo esforço da minha irmã que vende pães para conseguir o sustento diário, já que minha condição de colaborar está restrita) minha irmã também passou a necessitar de uma extração e, em outro dente, obturação: um dos dentes que havia tratado há algum tempo se abriu e sangra enquanto ela dorme. Ela não havia me falado por saber de minhas dificuldades, mas vi a fronha cheia de sangue que ela ia lavar e acabei descobrindo a situação.
   Para completar, chegou o primeiro aviso da cobrança anual de hospedagem e domínio… acho incrível como essas coisas deixam para aparecer nos momentos mais inadequados!
   Diante de um quadro tão complicado, sou forçado a novamente pedir por colaborações, já que não tenho “patrocinador” e nem envio carnês pelo correio.
   Resumindo: quando retornei ao computador ele já havia se desconectado, mas logo no dia seguinte reatou a conversa quase do ponto onde parou:
Teóphilo, está triste comigo? Ontem eu me despedi e você nem deu bola!?
   Amigo, não estou triste contigo, mas você sabe bem que tenho objetivos muito sérios.
   Fiz tudo o que poderia fazer para te auxiliar em relação a Deus e Sua Palavra,  mas se sua decisão é não crer na Bíblia… a responsabilidade é inteiramente sua!
   Eu, feliz ou infelizmente, falo quase que o tempo inteiro dela e, portanto, meus assuntos não devem mais ser do seu interesse: não gosto de ser incômodo, assim como não gosto de perder meu tempo falando quando alguém não quer mais me ouvir!
Te entendo, Teophilo, mas, tipo… não me incomoda em nada conversar com você.
Pelo contrário, você é o único cristão que conheço que ainda fala de Deus!
   Te desejo todo o bem deste mundo e espero que até olhe lá no blog de vez em quando, mas acho que será mais justo se eu dedicar meu tempo àqueles que querem ouvir e, principalmente, acreditam na Bíblia como a Palavra de Deus.
Os outros que conheço não falam de Deus e, quando falamos, se afastam! Infelizmente ninguém mais segue o que a Bíblia prega… e pode ter sido esse o fator que me fez desanimar dela, porém acredito que, se eu tiver um relacionamento com uma pessoa de Deus, devo mudar de posição.
Acredito no que você escreve e sei que está sendo verdadeiro… sei que isso é suficiente para acreditar que a verdade jamais deixa de ser.
   Se você for depender de outras pessoas, aí te garanto que nunca encontrará verdadeiramente a Deus: a salvação é pessoal, a busca é individual... os outros podem até ajudar, mas o compromisso é todo seu!
Realmente… tens razão, mas não fique chateado comigo, Teophilo, so que é triste…
Você tem mais experiência e entende melhor as coisas de Deus do que eu: estou apenas tentando intercalar o que vejo com a evolução social.
E o que vejo é que a cada dia os que se dizem cristãos (evangélicos) têm atitudes totalmente contrárias às de Cristo. Por isso acabo me isolando, mas até sobre isso você já me falou em outras vezes!
   Eu não sou nada, não tenho nada… não sou ninguém! Se busco, falo e grito é porque essa Bíblia na qual você não crê me foi dada como caminho para a vida eterna.
   Repito: não estou chateado com você… entristecido por sua decisão, mas não com raiva de sua pessoa. Minha batalha não pára e, pelo contrário, se intensifica a cada dia!
Eu sei da sua luta e ontem fiquei até envergonhado de falar sobre isso, pois fisicamente te considero como meu pastor, mas te peço perdão pelo meu modo de pensar atualmente. Também te peço que ore para que eu encontre pessoas que tenham compromisso com Deus e me incentivem também.
Só te peço isso porque na igreja que frequento, estão se lixando para os membros que saem ou ficam… obrigado, Teophilo.
   De orar eu não deixo... nunca!
   Mas agora, aqui na postagem eu preciso ser mais sincero do que nunca, pois suas declarações revelam que você tem uma personalidade de “encosto”, ou seja, mesmo tendo sido discipulado e adquirido um relativo nível de conhecimento bíblico (afinal, chegou até mesmo a abrir um “blog apologético”!) você prefere ficar crendo que sempre haverá alguém que sabe mais do que você para poder te acudir.
   “Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo. Mas prove cada um a sua própria obra, e terá glória só em si mesmo, e não noutro. Porque cada qual levará a sua própria carga.” (Gálatas 6:2-5)
   Não há mal algum em buscar o auxílio de outros irmãos, mas esse fato de você fazer questão absoluta de depender de alguém para se sentir “incentivado” me leva a crer que não entendeu o conceito individual da salvação, pois dessa forma, se o mundo inteiro estiver corrompido e não buscar mais a Deus, isso implicará em que você também se deixará levar pela perdição? Porventura durante todo esse tempo estive me dirigindo a um homem de coração dobre?
   “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa. O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos.” (Tiago 1:5-8)
   Quanto tempo não dediquei a versar sobre a Palavra de Deus contigo? E você sempre alegava ter compreendido, que havia encontrado seu caminho… agora penso que você também se enquadra no terrível perfil humano dos últimos dias traçado pelo apóstolo Paulo, exatamente como aqueles:
   “Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.” (2 Timóteo 3:7-8)
   Veja que não falo isso com ira em meu coração, mas como uma derradeira tentaiva de despertá-lo e fazê-lo com que enxergue sua própria condição: não é mais criança, porém homem feito! Se é capaz de cursar uma faculdade de direito também deve ser capaz de trilhar por si próprio o caminho da salvação!
   Aliás, acho mesmo é que essa tal faculdade acaba fazendo muito mal às convicções cristãs, pois estão ensinando que uma tal “cosmovisão” deve ser mais valorizada do que as mais simples bases bíblicas, como se Deus fosse depender da opinião dos especialistas para revelar a simplicidade do evangelho e da salvação:
   “Os sábios são envergonhados, espantados e presos; eis que rejeitaram a palavra do SENHOR; que sabedoria, pois, têm eles?”  (Jeremias 8:9)
   “Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes.”  (1 Coríntios 1:19)
   “Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio. Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia. E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos.”  (1 Coríntios 3:18-20)
   Você sabe muito bem que não minto e que não quero o mal de nenhuma pessoa, mas preciso ser muito sincero e dizer que não estou aqui para ficar paparicando marmanjo! É bastante desagradável para mim quandor me chama de “pastor”, pois, apesar de todas as horas de conversa eletrônica que mantivemos, sequer nos conhecemos pessoalmente: ser pastor é muito mais do que aconselhar à distância! Ser pastor é conviver e conhecer suas ovelhas! Pouquíisimos são os que atualmente assumem tamanha responsabilidade de forma idônea e, me perdoe, apesar de ter tentado muito auxiliá-lo, eu NUNCA requisitei ou assumi tamanha responsabilidade sobre sua vida… ainda mais que não tenho a mínima condição de sair daqui do Rio de Janeiro e ir até aí em Minas Gerais para fazer um estudo ou dirigir um culto racional. Coisas que, se eu fosse pastor, não poderia deixar de fazer!
   Fiz tudo o que esteve ao meu alcance e não aceito tamanha culpa sobre meus ombros: a opção de não crer na Bíblia é completamente sua e até o último momento, que é este, eu estou lhe exortando tendo-a como única base.
   “Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.”  (2 Pedro 2:20-22)
   Se algum irmão se apiedar de sua condição intermitente que o trate sabendo de que, por si próprio, tem alegada incapacidade de seguir o caminho da Verdade, agindo como menino inconstante que é levado em roda por todo o vento de doutrina e pelo engano dos homens que com astúcia seduzem fraudulosamente.
   Por favor, compreenda que tudo o que falo aqui é coisa espiritual e que ainda gosto muito de você como amigo, mas para que possa respeitar sua opção pela negação da Bíblia como Palavra de Deus e para a manutenção desse sentimento fraternal, não venha mais a mim como se eu fosse um pastor e nem espere que vá continuar me esforçando tanto em te esclarecer sobre coisas que, comprovadamente, nunca compreendeu. Não cabe a mim o papel de convencê-lo sobre as coisas de Deus:
   “Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.”  (João 16:7-8)
   Então essa deixa de ser uma questão de amizade e se torna um assunto de fé:
   “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”  (Romanos 10:17)
   E, concluindo, se sem Palavra não há fé:
   “Ora, sem fé [é] impossível agradar [a Deus]. Porque é necessário a aquele [que está] se aproximando de Deus crer que Ele existe, e [que] Se torna galardoador daqueles [que] diligentemente O [estão] buscando.” (Hebreus 11:6)
   A você desejo toda a felicidade deste mundo e quem sabe um dia eu tenha condições de visitar Minas para comermos um pão de queijo com café?
   A todos os cristãos genuínos:
   “Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.”  (Romanos 12:3)
   “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.”  (2 Timóteo 3:14-17)
   A graça e a paz do Senhor Jesus Cristo sejam com todos aqueles que O amam e buscam em espírito e em verdade.

Related Posts with Thumbnails