26 de jun de 2010

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
Andando pela blogosfera cristã podemos descobrir algumas coisas pretensiosamente engraçadinhas, mas que não resistem a uma análise mais atenta.
O texto que transcrevo a seguir veio bem a calhar, pois nove a cada dez pessoas que conseguem falar comigo por quaisquer meios faz sempre a mesma pergunta relacionada a este tema: “onde você está congregando?” ou “que igreja devo ir”?
Leiam, pois as considerações vêm depois:

10 Razões Porque Não Tomo Banho

(PARALELO A “10 RAZÕES PORQUE NÃO VOU À IGREJA”)
AUTOR DESCONHECIDO
Pessoas que não frequentam os cultos sempre dão algumas desculpas razoavelmente interessantes para se justificar.
Para mostrar a fraqueza dessas desculpas, alguém elaborou esta lista bem humorada:
  1. Fui forçado a tomar banho quando era criança.
  2. Pessoas que se banham são hipócritas - elas se acham mais limpas que as outras.
  3. Há muitos tipos de sabonete, eu nunca decidiria qual usar.
  4. Eu costumava tomar banho, mas tornou-se uma coisa chata.
  5. Nenhum dos meus amigos toma banho.
  6. Tomo banho apenas no Natal ou na Páscoa.
  7. Começarei a tomar banho quando ficar mais velho.
  8. Não tenho tempo.
  9. O banheiro é muito frio.
  10. Os fabricantes de sabonete estão somente atrás do meu dinheiro.
A comparação é óbvia: a maioria das desculpas para não se ir à Casa de Deus, são furadas.
Assim também são os motivos pelos quais as pessoas não dão atenção para os assuntos espirituais.
Pena que isso aconteça… Pena que muitos inventam tantas desculpas…
Agora, pense um pouco: O que essas pessoas vão ouvir de Deus (O SENHOR; O criador do Céu e da terra) na hora da sua morte? “Vinde benditos do meu Pai?”.
Mesmo crendo no imenso amor, na graça e na misericórdia de Deus, creio também no seu juízo e creio que Deus não vai fechar os olhos para aqueles que se fizeram de surdos e de cegos durante a curta vida aqui neste mundo. Pense:
“De Deus não se zomba, aquilo que uma pessoa plantar, isso colherá” (Gálatas 6:9).
"HOJE SE OUVIRDES A VOZ DO SENHOR, NÃO ENDUREÇA O SEU CORAÇÃO" (Hebreus 4:7).
Fico impressionado como alguém pode escrever algo que apresente uma visão tão curta e deturpada da verdadeira, imaculada e revigorante graça salvadora do Senhor Deus?
E algo tão sem lógica e com objetivo tão incompreensível que, para facilitar, vou tentar inicialmente escrever seguindo a mesma linha de raciocínio:
Desde criança sempre tomei banho! Fui instruído responsavelmente no caminho em que deveria andar, por isso compreendi logo que o objetivo principal do banho era o de me deixar limpo, pois mesmo que eu não saísse para brincar na lama, meu próprio corpo se encarregaria de produzir sua própria sujeira!
De uns tempos para cá, a água que saía pelo chuveiro começou a ficar meio turva e, sem motivo aparente, daquele mesmo chuveiro de onde deveria sair água doce, às vezes, saia água salgada e, pior ainda, amarga! O que estaria acontecendo?
Eu, que já havia experimentado e conhecia muito bem a água pura, comecei a sentir sua falta e a perceber que já não estava mais saindo limpo do banho e, pelo contrário, muitas vezes saía para logo depois descobrir que haviam coisas que nunca havia visto, sujeiras que vinham misturadas na água e ficavam grudadas em algumas partes do meu corpo… não sei porque eu comecei a perceber isso, mas muitos dos meus irmãos achavam aquilo natural e, ao invés de remove-las, diziam que, porque vieram com a água também deveriam ser puras. Engraçado que, naquele tempo, ainda me chamavam de irmão…
Desde então passei a ter mais trabalho para conseguir ficar limpo, pois após o banho ainda tinha que pegar uma garrafa de água filtrada para cuidadosamente remover com um esfregão os detritos tão pequenos que teimavam em tentar se grudar nas dobras e recônditos de meu corpo. Os poucos que sabiam desse meu trabalho minucioso se riam e diziam que eu estava ficando com “síndrome de limpeza”, que seria natural andar com umas sujeirinhas nas partes ocultas… ninguém ia ver mesmo!
Comecei a achar que o problema deveria ser no meu chuveiro, pois ele poderia estar enferrujado por dentro. Decidi ir tentar tomar banho na casa de outras pessoas, mas a cada novo chuveiro experimentado, descobria novos tipos das mais variadas sujeiras. Engraçado é que dos chuveiros mais novos saíam as águas mais contaminadas…
Todos os meses eu pagava religiosamente (claro! estamos falando do que afinal…) a conta d’água e comecei a desconfiar da companhia fornecedora, que dizia ter grande trabalho para tratar toda aquela água para poder envia-la através de quilômetros de encanamento. Sem dúvida é um processo difícil e dispendioso, pois a fonte ficaria muito longe de nossas casas e chuveiros.
Nessa época comecei a ver que aquelas pequenas sujeirinhas que haviam grudado anteriormente em meus irmãos haviam se acumulado, se juntado com novas sujeiras e se tornado como manchas enraizadas em seus corpos. Algumas haviam até infeccionado e, não sei se era dor ou ansiedade para tirar aquela sujeira, mas alguns até dançavam, rodopiavam, gritavam e caíam durante o banho. Algo simples que deveria ser pacífico e ordeiro começou a se parecer com uma sessão de tortura.
Esse foi o tempo em que parei de tomar banho regularmente e passei a usar apenas o esfregão, esperando que a qualquer momento pudesse voltar a sair água limpa, mas como não parava de sair cada vez mais sujeira misturada com a água do banho, chegou a hora em que senti muita necessidade de comprar um filtro maior e que pudesse me suprir de água suficiente para tomar um banho decente, pois já não dava mais para ficar me limpando apenas com esfregão. Fiquei preocupado, pois algo desse porte deveria ser muito caro e muito difícil de conseguir! Peguei meu velho filtro, olhei bem para ele e falei: “como gostaria que você fosse maior e tivesse mais capacidade…”
Decidi pesquisar junto à distribuidora sobre como, talvez, pudesse comprar caminhões d’água para me abastecer, mas quando fui visitar a estação distribuidora mais próxima da minha casa, vi, em um tanque de passagem, que a água chegando até ali já não estava pura. O gerente até me atendeu muito bem, disse que, se eu aceitasse doar algumas sementes para uma plantação, poderia me oferecer “cobertura” especial… mas se ele próprio estava se contentando com aquela água suja, com certeza não poderia confiar em seu “padrão de qualidade” e muito menos acreditar em sua suposta “proteção”. Mais tarde vim a saber que sua plantação era numa fazenda onde havia chiqueiro e que ele tinha o estranho hábito de chafurdar na lama…
Obstinado, fui contatando os superiores desse gerente… e fui descobrindo que quanto mais subia, mais turvas e mais caras eram as águas! E mais excêntricas eram também suas manias e exigências de seus “supervisores” e “diretores”!
Desiludido e alarmado, incrédulo de como as pessoas não estivessem mais conseguindo ver o quão suja estava a água por causa da sujeira que tapou até seus olhos, decidi construir um tipo de cisterna que só recebesse água da chuva, direto do céu e limpinha. Enquanto cavava em meu próprio quintal, ao remover uma pesada rocha, um jorro de água brotou e eu logo pensei que havia furado um cano.
Na intenção de consertar o estrago, fui cavando mais fundo e me surpreendendo por descobrir que ali, no ventre de minha própria terra, não havia apenas mais um cano por onde passava a contaminada água do sistema distribuidor oficial, porém havia uma nascente da água mais pura!
Hoje descobri que não posso construir uma cisterna, mas preparei um dispositivo onde, a cada dia, me dou ao trabalho de ir lá até próximo a fonte, cavar um pouquinho (… tá bom, tem dias que tenho que cavar muito, mas quem disse que para ter água pura não dá trabalho?) e me saciar não apenas tomando banho, mas bebendo à vontade e até mesmo mergulhando em tanta água que brota direto da nascente!
É claro que não pretendo abrir uma nova distribuidora e aprendi a tomar o maior cuidado para não me tornar tão autoconfiante quanto os gerentes e diretores da atual empresa: a cada dia faço meu auto-exame.
Descobri que essa fonte da qual me abasteço é infinita e até tento ensinar às pessoas como encontra-la, mas sou chamado de louco… principalmente por aqueles que se diziam meus irmãos e, mais ainda, pelo gerente da distribuidora local e sua família que ampliam a cada dia o seu negócio nepótico de vender água suja.
Não pretendo com isso dizendo que é fácil achar a água pura, pelo contrário, é muito trabalhoso! Também é difícil enfrentar aqueles que acreditam que o banho salva e, como o autor do texto acima, usam até de passagens bíblicas fora de seu contexto para tentar converter e submeter as pessoas à empresa distribuidora, como se apenas através dela pudéssemos chegar à fonte.
Acabou a historinha.
Mas que o texto “bem humorado” inicial é de uma arrogância infundada e de uma inutilidade sem par… isto é!
“Assuntos espirituais” não é sinônimo real para empresa eclesiástica e (sugiro a leitura de “Mixagens” e “Legião de Energúmenos”) frequentar tais empresas não é sinônimo de salvação!
Estou profundamente revoltado com a ameaça vazia em relação à hora da morte, assim como a aplicação amaldiçoadora e distorcida de Gálatas 6:9 na intenção de converter o leitor ao banho, ao banheiro, ao sabonete… mas este autor se prova incapaz de mencionar em momento algum que a verdadeira salvação é a própria fonte da água! E, se não puderam perceber no decorrer da historinha, gostaria de citar algumas passagens agora:
“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” (Mateus 7:21-23)
“Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.” (Mateus 10:32-33)
“Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. E isto disse ele do Espírito que haviam de receber os que nele cressem; porque o Espírito Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido glorificado.” (João 7:38-39)
“Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos, A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação.” (Romanos 10:8-10)
Observem agora estas passagens:
“Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus. Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” (Mateus 18:19-20)
“De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas, E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.” (Atos 2:41-47)
“E também Saulo consentiu na morte dele. E fez-se naquele dia uma grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos foram dispersos pelas terras da Judéia e de Samaria, exceto os apóstolos.” (Atos 8:1)
“E Saulo assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, os encerrava na prisão. Mas os que andavam dispersos iam por toda a parte, anunciando a palavra.” (Atos 8:3-4)
Não é a concordância a base para tudo? E ainda que dois ou mais, até milhões, concordem… se estiverem em desacordo com a Palavra de Deus, tal pedido será atendido? Estará ali Deus para ouvi-los?
A verdadeira igreja não deveria ter tudo em comum a ponto de repartir seus bens entre os irmãos e não concentrados para ostentar seus “diretores” e “presidentes”? Igreja não deveria ser sinônimo para convivência? Então porque se um “irmão” morre na quinta, muitos só vão saber no domingo pela manhã?
Tem que estar junto para anunciar a palavra ou os dispersos também podiam anunciar? João Batista que o diga…
“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.” (Mateus 5:13)
“Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.” (1 Coríntios 5:11)
“E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.” (Hebreus 10:24-25)
“Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o, Sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado.” (Tito 3:10-11)
“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei; E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.” (2 Coríntios 6:14-18)
O principal mandamento é amar a Deus sobre TODAS as coisas e não a esse negócio que apodrece a olhos vistos e que se convencionou historicamente a ser chamado de igreja, mas que o próprio ser humano através do tempo fez o favor de deturpar e transformar em nada além de um instrumento de controle, opressão e desvio da genuína Palavra.
Poucas há que sejam ainda puras! Zelem por estas congregações como tesouro precioso, pois em breve (e isso é profético) é mister que a apostasia seja completa… podem deixar que o governo está fazendo de tudo para dar, por força das leis, o pouco que falta !
"Tem piedade de nós, ó SENHOR, tem piedade de nós, pois estamos assaz fartos de desprezo. A nossa alma está extremamente farta da zombaria daqueles que estão à sua vontade e do desprezo dos soberbos.” (Salmos 123:3-4)
“De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça? Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.” (Hebreus 10:29-31)
Então, enquanto você estiver achando que o banho, o chuveiro ou o sabonete podem te conduzir à salvação, está se negando a reconhecer a verdadeira fonte:
“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (João 14:6)
“Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. E isto disse ele do Espírito que haviam de receber os que nele cressem; porque o Espírito Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido glorificado.” (João 7:38-39)
“Porque todos buscam o que é seu, e não o que é de Cristo Jesus.” (Filipenses 2:21)
Em outras palavras, se você for depender de chuveiro para tomar banho…
Tenho dito.
O Senhor tenha piedade de nós!
LINK CURTO PARA ESTA POSTAGEM
http://bit.ly/agualimpa

Related Posts with Thumbnails