21 de jan de 2010

Vã FiloSophya (Parte 1)

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
Vou te deixar quietinho...    Estar vivo não é fácil e em muitas ocasiões chega a ser desagradável: os mortos-vivos não cansam de se repetir nas tentativas de devorar, destruir ou tornar inerte o único cérebro que tenho!
   Conforme havia prometido, após muita reflexão, apresento mais uma série de mensagens com características clássicas dos velhos inimigos da Verdade: uma tentativa de aproximação através da emoção, um fingimento de preocupação, uma disposição para dar conselhos que, no final das contas, são mais ameaçadores que edificadores… e, é óbvio, uma total carência de base bíblica para tudo!
   Dessa vez inventaram até uma despedida bem original (conforme apresentei na última parte de “Lugar Comum”) e desde o primeiro contato já se solicitava que eu não expusesse o conteúdo sórdido desses ataques psico-emocionais.
   Diante da (remotíssima) possibilidade de que não estejamos lidando com mais um dos avestruzes gospel (doravante denominados “mortos-vivos”!) decidi quebrar minha promessa de não publicar o conteúdo das mensagens na intenção de revelar as técnicas de abordagem, elogio, afeto, ameaça e (a principal) de fazer com que o alvo se sinta culpado por algo sem motivo real e nem mesmo base bíblica para isso.
   Ainda assim, optei por preservar o nome (ou pseudônimo) dessa pessoa, pois meu interesse nunca foi o de atacar os indivíduos, mas sim os enganos em que possam estar envolvidos e trabalhando para promover. Vejamos a primeira mensagem:
   Caro senhor Teóphilo Noturno,
   Comecei a ler seus artigos em meados de 2007, achei interessante.
   Confesso que tenho o mesmo espírito de ensinar o que é certo, de mostrar a verdade. Porém, depois de ler a Palavra de DEUS e meditar e orar, vi que é por meu próprio esforço e inteligência que tentava falar para as pessoas da verdade de DEUS. LEDO ENGANO O MEU!
   Nós temos sim que falar, entregar mensagens e deixar o ESPÍRITO SANTO AGIR POR SUA VONTADE.
   Como você sabe, O MUNDO JAZ NO MALIGNO. E esta frase é muito REAL....o mundo não vai melhorar! Portanto,
   1) Tome cuidado com suas exposições.
   2) Sua voz é serena, mas senti um "ar de deboche". Parece que você está magoado, e quer enfrentar sozinho os males do mundo....ACAUTELÁ-VOS! Sim, eu concordo com seus artigos, porém, você se expõe demais mesmo usando o pseudônimo de teofilo.
   3) Se conheces ao SENHOR, O TODO PODEROSO, espere nEle,ou seja, fique na dependência dEle e não de estranhos. Você está tão desesperado que não vê, que pedindo ajuda aos "internautas" que acessam a sua página,você está expondo sua vulnerabilidade e descrença no SENHOR.
   4) PRESTE ATENÇÃO: DEUS não precisa da sua página para falar das malvadezas do mundo....ELAS JÁ ESTÃO PREVISTAS NA PALAVRA.
   5) CUIDADO! Eu percebo sua intolerância com o erro do ARRAIAL RELIGIOSO....ENTÃO SE AFASTE DELE E ESPERE NO SENHOR...
   ESTÁ DIFICIL PRA ESCREVER ESTE E-MAIL....NÃO PUBLIQUE-O! POR FAVOR! MEDITE, ORE, LEIA E PERMANEÇA NA DEPENDÊNCIA DELE.
   Nesse aparentemente inocente e afetivo contato inicial só estranhei a súbita dificuldade para continuar escrevendo e apenas agora, relendo, começo a desconfiar que o espírito possessor ficou sem ter o que fala sem se entregar…
   Na dúvida, mandei uma resposta curta e amistosa, na esperança de que houvesse um desenrolar para aquelas palavras meio enigmáticas tipo “arraial religioso”…
   Gostei e concordo com seu e-mail, mas não entendi apenas a parte da "descrença no Senhor"... pode deixar que não publico.
   Eu até pensei em dizer que sei muito bem que o Senhor Deus não necessita de mim, mas que não há mal algum em manter meu corpo limpo e pronto para o serviço, exortando a tempo e fora de tempo… mas, para evitar um conflito, não procedi dessa forma. Logo veio a resposta:
   Olá Senhor Teófilo...
   Fico muito grata por ter recebido sua atenção.
   Como relatei resumidamente no e-mail anterior, eu também não suporto as perversidades que as pessoas fazem, em especial as que se dizem "evangélicas". Não suporto o quanto as crianças sofrem por conta de pais problemáticos e fanáticos...TODOS ERRAM POR NÃO CONHECEREM AS ESCRITURAS.
   O que eu faço é pedir para que leiam a Bíblia e orem.
   Com relação a "descrença no Senhor", o que eu quis expressar é que você está pedindo ajuda para o mundo. O mesmo mundo que você veementemente condena.
   Quando você faz isso, os "crentes" e os "inimigos" estão observando sua vulnerabilidade na fé. Você faz o que os "pastores" fazem, você não está em dependência do SENHOR.
   Se queres ter uma página e ter algum lucro que a mantenha (veja bem, manter a página) venda livros. Por outro lado, a página tem que ser exclusiva para isso, ou seja, sem "ataques" pessoais as "ibrejeas" (como você fala). ISSO NÃO ENGRANDECE EM NADA O NOME DO SENHOR.
   Eu entendo sua maneira de ser, pois creio que temos algo em comum (com todo o respeito por sua esposa), no entanto, o fanatismo vai continuar, os horrores serão piores, as pessoas (falo isso com meu coração muito muito entristecido) estão longe do SENHOR, nem sequer se preocupam mais com a moral (com a moral de uma família e não de recasamentos).
   Então, tome cuidado, moço, você está fazendo de um outro modo o que todos fazem.
   O certo não é atacar, mas orar, entregar folhetinho, falar do Senhor e esperar nEle.
   PRESTE ATENÇÃO: Você conhece a PALAVRA da VERDADE, então, dê seu testemunho, creia no SENHOR. Mas, não peça auxílio para o mundo, isso configura que você aguarda recursos do mundo e não do SENHOR, O TODO PODEROSO.
   Mas, veja esta página EM NADA ENGRANDECE O NOME DO SENHOR. Apesar de eu, particularmente, achar bem escrito e bem documentado. O SENHOR NÃO NOS PEDE PARA FAZER ISSO.
   Novamente, eu peço que você NÃO PUBLIQUE MEU E-MAIL.
   Só uma curiosidade, o que você acha das obras de Augusto Cury?
   O SENHOR TE GUARDE.
   Dessa vez já pintou uma ponta de desconfiança, pois o autor começou a incorrer nos erros clássicos dos falsos apologetas como, por exemplo, classificar as exposições e exortações como “ataques”: se essa pessoa, que quer se passar por mulher, diz se identificar tanto comigo… como pode não ter lido a postagem onde abordo tal assunto? Nesse ponto comecei a desconfiar de que poderia se tratar de um velho inimigo sem-vergonha e servo do diabo cuja única função na vida parece ser a de tentar me desmoralizar… se não é ele deve ser alguém possesso exatamente pelo mesmo demônio!
   Eu NUNCA usei o termo “ibrejeas”, quem me chamava de “Teófilo” (sem o “ph”) são os detratores de sempre… preferi ficar calado, na esperança de que este espírito demoníaco fosse reencarnar em algum outro lugar, mas parece que o bicho não ficou satisfeito e decidiu logo voltar à carga:
   Diga-me senhor Teófilo,
   Como você se comunica com pessoas da Alemanha, dos USA, De Portugal, do Peru e até mesmo do Brasil? Você se comunica como "Teófilo Noturno"?
   Nesse ponto eu descobri que toda essa conversa não passava do mesmo velho disfarce já utilizado para descobrirem minha verdadeira identidade! Já tentaram se aproximar de outros blogueiros que considero como amigos com essa mesma intenção e agora tentam repetir o golpe, como se ele fosse inédito!!! Ou é outro grupo da mesma organização ou estão assinando um atestado de incompetência… e o pior é que tem gente capaz de dizer que estou com “síndrome de perseguição”!
   Fiquei “mordido” pela presunção de minha estupidez e decidi cutucar a onça com a vara um pouco mais curta, esperando que ela mostrasse as garras:
   1. Por e-mail e como Teóphilo na maioria dos casos. Alguns poucos sabem meu nome verdadeiro e com ainda menos gente fiz contato telefônico.
   2. Já como eu mesmo e meu nome verdadeiro não tenho "duas caras": sustento todas e cada uma das minhas posições assumidas como Teóphilo e, em alguns casos, indico o site e o blog.
   O Senhor Deus não precisa de mim para nada, mas ai de mim se eu não estiver pronto para o serviço a cada oportunidade que aparecer!
   3. Sua idéia de "não confiar no Senhor" é meio diferente da minha, pois diante de meu restrito universo social (reformado, sem igreja, não querendo rádio nem TV e desinteressado dos movimentos modernos) o único canal abrangente que utilizo é a internet: não prometo salvação nem bênçãos, não minto para os perdidos sobre sua condenação e sei que as pessoas apenas irão colaborar se o Senhor Deus tocar em seus corações para isso... se eu não confiasse n'Ele para suprir minhas necessidades através dos meios mais inesperados, ficaria calado e sem fé.
   4. Por outro lado creio que tenho que fazer tudo o que me vier a mão para ser feito, inclusive pedir... ficar parado olhando para o céu e esperando um anjo bater na minha porta com uma mala cheia de dinheiro é querer viver de sinais e prodígios, fato que condeno com veemência!
   5. Gostei muito dos temas que abordou e, sem citar seu nome, pretendo expô-los em uma futura postagem. Ser questionado com argumentos válidos é sempre muito bom!
   O Senhor Deus a abençoe!
   Foi bater e valer! O bicho se doeu e começou a revelar seu verdadeiro caráter:
   1. Fazendo desta forma, EXISTE UMA APARÊNCIA DO MAL. Pois você não deixa claro quem é, nem na sua página. Convenhamos um cristão não pode agir desta forma. Também fiz isso. Deixar minhas idéias, mas não dizer quem sou. EXISTE NESTE MODO DE AGIR....UMA APARÊNCIA DO MAL. REFLITA!
   2. O SENHOR precisa que você, como Homem, pregue a Palavra tal como os apóstolos. Não como os "pastores" do mundo estão fazendo. Sua página parece um "ORKUT"...
   Diga-me, para que mostrar seu quarto de estudo, para que mostrar as telhas pintadas? Isso é coisa de quem tem o ridículo "Orkut".
   Seus temas, eu o conheço e concordo com sua abordagens. Conheço até o remédio que os iluminatis tomam para ficarem mais "inteligentes"...É ABOMINÁVEL! Mas, e dai? ISSO AGRADA AO SENHOR?
   3. Sendo cristãos, não devíamos ter o mesmo Espírito? Nossas "idéias" tem que ser BÍBLICAS, nossa resolução tem que estar na Bíblia. Eu não defendo nenhum ideal filosófico mundano, mas a Palavra.
   Eu li seu testemunho, e vi o quanto você se desapontou com a "ibrejia" (como você fala).... TAMBÉM PASSEI POR ISSO...
   No entanto, o SENHOR mostra na PALAVRA COMO ELE QUER QUE NOS REUNAMOS EM CRISTO. COMO O SENHOR JESUS NO ENSINOU MUITO BEM.
   Você se diz desinteressado dos assuntos modernos, mas tem um reflexo extraordinário em buscar informações, na internet (convenhamos um canal perigoso!). TUDO NOS É PERMITIDO, MAS NEM TUDO É LÍCITO.
   ÓBVIO: VC NÃO SALVA! Mas, DEVE PERMNECER EM DEPENDÊNCIA E OBEDIÊNCIA AO SENHOR DE NOSSAS VIDAS...
   Moço, VC ESTÁ CALADO NA FÉ....VC está indo atrás da sua inteligência. Você tem resposta para tudo! Preste atenção: CONFIA NO SENHOR E TE APARTA DO MAL. PEDINDO AJUDA PARA O MUNDO....ESTÁS FAZENDO COMO O MUNDO! Não faça isso! EM NADA ALEGRA AO SENHOR.
   4. VIU? Leia o que você escreveu ai em cima! VC ESTÁ SEM PACIÊNCIA...a sua inteligência não suporta seu estado.
   Moço, você conhece a PALAVRA, não seja só um conhecedor, mas alguém que a obedece! OBEDEÇA AO SENHOR. VC TEM QUE ESPERAR ATÉ QUANDO O SENHOR PERMITIR....SE tiver que ficar contemplando as obras das MÃOS DELE, FIQUE! E AGRADEÇA! Os sinais e prodígios já estão ai! PRESTE ATENÇÃO: Você fica o tempo todo "batendo-boca", provando o que é certo e errado, gente te xingando, elogiando....para onde isso leva? Respondo: Para lugar nenhum, pois isso não agrada ao SENHOR DE NOSSA SALVAÇÃO.
   5. POR FAVOR, NÃO PUBLIQUE MEUS E-MAILS!
   Terei que sair...dar aula particular...como você já fez ou faz!
   O SENHOR SORRIA PARA TI,
   TENHA PACIÊNCIA E DEPENDA DELE....E DE MAIS NINGUÉM. É UM VERDADEIRO EXERCÍCIO DE FÉ.
   Como alguém pode ter prestado atenção ao fato de que eu já dei aulas particulares e não ter reparado que nunca jamais escrevi “ibrejia”? Só se for alguém mais interessado em detalhes da minha vida particular do que na mensagem que me esforço para apresentar… e aí ficam as questões: Qual o valor de minha privacidade? Porque tanto interesse? Quem ganharia alguma coisa em revelar minha identidade?
   Além disso temos uma afirmação engraçada, pois ela se incomoda com o fato de que eu tenha “resposta para tudo” e me acusa como se estivesse cometendo um grave pecado quando utilizo minha capacidade de discernimento…
   Antes de apresentar a resposta que dei a ela… realmente fico satisfeito por poder exercitar minha modesta capacidade de raciocínio tendo como fundamento a Palavra de Deus. Sei muito bem que o Senhor não depende em nada de mim para a realização de Sua Obra e de forma alguma me ensoberbeço em mim mesmo, mas sou forçado a admitir que, neste ponto, sigo o exemplo de Davi, vejam:
   “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.” (Salmos 1:1-2)
   “Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração. Preguei a justiça na grande congregação; eis que não retive os meus lábios, SENHOR, tu o sabes. Não escondi a tua justiça dentro do meu coração; apregoei a tua fidelidade e a tua salvação. Não escondi da grande congregação a tua benignidade e a tua verdade. Não retires de mim, SENHOR, as tuas misericórdias; guardem-me continuamente a tua benignidade e a tua verdade. Porque males sem número me têm rodeado; as minhas iniqüidades me prenderam de modo que não posso olhar para cima. São mais numerosas do que os cabelos da minha cabeça; assim desfalece o meu coração. Digna-te, SENHOR, livrar-me: SENHOR, apressa-te em meu auxílio.” (Salmos 40:8-13)
   “Se a tua lei não fora toda a minha recreação, há muito que pereceria na minha aflição.” (Salmos 119:92)
   O ataque foi tão direto que, no final, o indivíduo ainda pede para que não divulgue seu conteúdo!
   Ora, se eu não apresentar as técnicas de ataque do inimigo como poderei auxiliar na edificação de meus irmãos? Espero que se dê por satisfeito(a) pelo fato de eu não expor seu nome (ou pseudônimo) claramente! Para não ter que repetir tudo, minha resposta será, novamente, numerada:
   1. O autor do livro de Hebreus é desconhecido, Davi se fingiu de louco (assunto recentemente abordado no blog), Raabe mentiu para salvar alguns judeus... tudo em um primeiro aspecto seria extremamente errado.
   A resposta abaixo complementa esta...
   2. Se mostro alguns detalhes de minha vida é na intenção de validar as informações que passo sobre ela, já que não tenho a mínima intenção de revelar o meu nome de forma irrestrita.
   Sou gente comum e não escrevo apenas sobre mim: quando o faço deixo ressaltado, pois meu interesse e função principais são escrever sobre a Palavra e esta se sustenta sem necessidade de ninguém (nem minha e nem sua).
   Justamente por isso criei uma diferenciação entre o blog e a página principal, pois apesar de no primeiro também apresentar o desenvolvimento de raciocínios e estudos com base bíblica, me permito levar as coisas de uma forma mais pessoal.... mais no estilo "Orkut", conforme você se refere de forma pejorativa (Esta questão de "servir ao Senhor" versus "vida pessoal" já foi abordado em um episódio que envolveu selinhos recebidos e o pastor Newton Carpinteiro).
   O ponto é que, no site principal, publico apenas estudos e textos mais sóbrios... e recomendo para pessoas como você, que não gostam de saber de minhas particularidades.
   Sugiro que abandone o blog, já que todo o conceito deste é favorecer um relacionamento mais pessoal, a exposição de raciocínios e fatos que me levam a eles, testemunhos pessoais... coisas bem menos importantes que fazem parte da vida de qualquer ser humano e de forma alguma apresento tais textos com pretensão de santidade ou doutrina.
   Da forma que você questiona o fato de "agradar ao Senhor" ou não, viver e conviver se tornam desnecessários e tal procedimento remete ao absurdo “culto 24 horas” por dia.
   3. Sem dúvida você não compreendeu a expressão "desinteressado pelos assuntos modernos": digo isso em relação a tomar parte de eventos fúteis como os tantos bailes e festas e passeatas e comícios e congressos e jogos... isso não me interessa!
   Agora, acompanhar o caminho que a humanidade está traçando para si própria é o meu interesse, pois confirma todas e cada uma das profecias Bíblicas.
   Depender e obedecer ao Senhor significa permanecer fiel à Palavra e quero muito saber em que ponto você enxergou que eu deixei de fazer isso...
   4. Calado na fé fica aquele que abandona a Palavra. Por outro lado há aqueles que precisam viver de "profecias" para se achar seguindo ao Senhor.
   O ser humano tem a Palavra para guiar seu proceder e, baseado nela, pode tomar suas decisões sem precisar esperar novas revelações ou "moveres sobrenaturais".
   Você fala como se eu estivesse fazendo pactos com o mundo e isso não ocorre em momento algum.
   Agora, me assusta o fato de você reclamar que eu tenho resposta para as coisas que têm resposta... você quer que eu me cale?
   5. Leio o que escrevi acima e afirmo que fiz uma clara citação do livro de Eclesiastes, veja:
   “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.” (Eclesiastes 9:10)
   Seguir a Bíblia agora se tornou sinônimo de estar sem paciência?
   De qualquer forma me despreocupo dessa sua acusação de falta de fé, pois quem convence o pecador não sou eu e através dessas, conforme você classifica, discussões inúteis muitos têm despertado para a realidade de que não somos escravos de um sistema apodrecido (não só eclesiástico, mas governamental também!) e tido a oportunidade de buscar um caminho genuíno para a salvação.
   Desde Moisés, passando pelo próprio Senhor Jesus Cristo e seus apóstolos, todos foram questionados e xingados e, às vezes, elogiados... e até onde isso levou? Respondo: a salvação de alguns e à condenação de muitos que preferiram continuar crendo em suas convicções fora da Palavra.
   6. Não vou publicar seus e-mails, mas sinto a necessidade de apresentá-los a alguns irmãos com quem mantenho um relacionamento mais estreito: seus argumentos começaram a se tornar confusos e nebulosos, pois passou a querer me repreender e me levar a um tipo de reflexão cujo mínimo raciocínio bíblico facilmente respondeu.
   No final das contas isso é bom para reafirmar minhas convicções e validar o caminho que tenho seguido.
   O fato de não ter reconhecido a aplicação de Eclesiastes e chamá-la de "falta de paciência" me leva a necessidade de saber coisas como, por exemplo: de qual igreja saiu, já que diz se identificar comigo? Como quer me criticar por "ir atrás da minha inteligência", se esta me foi dada pelo Senhor Deus e busco fundamentá-la principalmente na Palavra? Do que você está indo atrás?
   As pessoas a quem pretendo escrever têm senso bíblico e crítico para sinalizar se estou procedendo erroneamente ou se deixei escapar algo e incorri em algum tipo de erro. Não que eu dependa delas, mas têm colaborado com o andamento de meu ministério e sido valiosos apologetas e pesquisadores da Palavra.
   Nesse ponto eu já estava quase convencido de que lidava com mais um soldado do exército das bolas revoltadas de fogo, porém os servos de satanás detestam ser descobertos e confrontados: essa série terá prossegue na próxima postagem e, repito, minha única intenção é revelar algumas das técnicas utilizadas pelos mortos-vivos para atrapalhar através de sugestões, conselhos, recomendações… tudo tão “amistoso”, porém sem sustentação bíblica e cujo objetivo principal é causar desânimo nos menos preparados, podendo até mesmo levá-los a desistir da militância em defesa da fé genuína. Não perca.
   Que o Senhor Deus nos proteja dos ataques cada vez mais acirrados do inimigo e nos abençoe com saúde e sabedoria para discernir a procedência de tudo o que possa cruzar nossos caminhos.

Categories:

9 comentários:

Postar um comentário

                              ATENÇÃO!

   Fico feliz por você estar desejando registrar um comentário, porém peço que (principalmente caso vá praticar qualquer tipo de retaliação), pense bem antes de fazê-lo:.

   1. A partir de 22/07/2011 restringi (no intuito de impedir mesmo) os comentários neste formato (arcaico e nativo do blogger), pois estão relacionados às postagens antigas: o assunto pode até ser atual e pertinente, mas definitivamente não está no centro das atenções do autor.

   2. Este formulário só aparece para permitir a leitura dos comentários anteriores... já leu para ver se sua dúvida não foi respondida? Tem certeza que sua pergunta é inédita e exclusiva? Se for, então pode me enviar um e-mail:
teophilonoturno@gmail.com

   3. Provavelmente o que você leu foi baseado na Bíblia ou em fatos, NÃO em opiniões pessoais (busque referências bíblicas!!!). Se você "caiu de pára-quedas" aqui não comece a metralhar sem conhecer o posicionamento do autor através de seus outros textos, pois comentários descabidos e sem fundamentação serão desconsiderados!

   4. Sem dúvida o texto não contém ofensas pessoais e muito menos palavras torpes (não escreva ofensas, palavrões, bobagens...).

   5. Muito provavelmente você vai encontrar sérias dificuldades para apagar seus comentários daqui caso algum dia venha a se arrepender de tê-los feito: meu trabalho é registrar fatos e, depois que você pressionar o botão enviar, suas próprias palavras poderão testemunhar contra você.

   Obrigado pela atenção.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts with Thumbnails