16 de out de 2009

Julgamento, Juventude e Juízo

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
     Aprendi algumas lições com este episódio sobre as legendas de “Os Mecanismos Malignos” e creio que devo compartilhá-las com aqueles que acompanham o desenvolvimento deste ministério: não para mostrar qualquer tipo de superioridade, mas no intuito de auxiliar àqueles que porventura possam algum dia se encontrar em situação semelhante.
   1. CONJECTURAS E JULGAMENTO
   Depois de muito sofrer, aprendi que nessa área apologética (ou, se preferirem, “pesquisador, defensor e revelador da Verdade”…) a primeira atitude que devemos ter em relação a qualquer coisa é a de análise: levantar todas as possibilidades boas e ruins sobre determinado fato, traçar um plano de ação e aguardar que as características reais se revelem no decorrer do tempo.
   Igualmente tenho que saber que eu próprio serei analisado de todas as formas, minha mensagem será posta em questionamento e, na verdade, quem convence do pecado, da justiça e do juízo não sou eu…
   A questão é que atualmente temos uma multidão de pessoas sensíveis demais, ou seja, passaram a acreditar que as conjecturas de uma análise são o julgamento. Ainda por cima, são incapazes de pegar sequer um dicionário para saber se o que estão falando é verdadeiro ou não. Meu objetivo não é destruir nenhuma pessoa, pelo contrário, é auxiliar:
   JULGAMENTO
   substantivo masculino
   ato, processo ou efeito de julgar
   1. ato pelo qual a autoridade judicante, depois de examinar os autos do processo e formar sobre ele um juízo, expõe e justifica sua decisão para a solução do conflito
   1.1. a sentença de um juiz, de um tribunal, que pode ser condenatória ou absolutória; resolução, decisão resultante de uma disputa judicial
   2. audiência de um tribunal perante o juiz
   3. apreciação crítica, opinião favorável ou desfavorável sobre alguém ou algo; juízo, parecer
   Recentemente abri um “processo” onde pedi “apenas àqueles que tiverem paciência e puderem me auxiliar a decidir o que devo fazer…” que observassem duas conversas ( e ) que tive com um suposto jovem. Deixei para apresentar minhas CONJECTURAS apenas no final da transcrição da segunda conversa e questionei: “Estarei errado?”.
   Pedi opiniões e até dei um prazo (Por favor, comentários até as 19:00 de amanhã. Obrigado.)!
   Agradeço muito a cada um que participou com opiniões válidas, mas houve um grupo de pessoas que passou a se manifestar intensa e violentamente, como se as conjecturas já fossem um veredito e isso, me perdoem a sinceridade, não é apenas precipitação… é total incompetência! Falo isso não do jovem que fez o pedido, mas da maioria de seus supostos “defensores”… tão indignados, tão cheios de razão…
   Que papelão é aquele que vc fez com um garoto de 17 anos? Que espécie de cristão é vc? Mais um desses pastores mercenários? Não! Só está passando por dificuldades, mas precisava humilhar o rapaz? Não está vendo que ele agiu na ingenuidade, só queria passar informações, abrir os olhos das pessoas como o Spirit está fazendo. Amigo, a tua sorte é que não foi comigo!
   Não confiar em homens não significa julgar ou criticar... antes de criticar alguém tire a trave de madeira do seu olho. Achei desnecessário, num blog sobre conspiração, abrir 2 artigos para descer a lenha numa pessoa, que só queria disponibilizar o um documentário. Graça e paz.
   É facil para uma pessoa instruida como vc usar d retórica sofismas e falacia contra um menino d 17. Ele veio lhe pedir,aliás o video ñ é nem seu cara,mas ainda assim ele lhe pediu autorização,e vc jogou todo o seu argumento filosófico contra ele,execrou o garoto no seu site,vc pode usar d subterfugios filosóficos para dizer q ñ jugou,ofendeu nem nada disso,mas vc ñ pode enganar o Espirito Santo pois creio q ele está lhe indicando isso,acusou o d querer 15 minutos d fama,antes d fama né,agora ponha-me na roda dos escarnecedores,mostre o quanto analfabeto eu sou diga sobre meus erros ortográficos porque são muitos,veja cara ñ se percar nessa sabedoria humana q é loucura para Deus,seja Cristão sofra antes o dano se necessário mas seja Cristão.
   Estou acostumado a ser atacado desde o início deste ministério e tive que ouvir, mais uma vez, vários JULGAMENTOS OFENSIVOS onde fui chamado de satanista, anticristo, arrogante, egoísta… dessa vez até minha cristandade foi posta novamente em dúvida!
   Mesmo com todos os motivos para simplesmente dizer um grande “NÃO” à solicitação, busquei sabedoria e só emiti o veredito (ou seja, O JULGAMENTO) em uma terceira postagem e, sem dúvida, busquei fazer algo que (em primeiro lugar) se adequasse aos objetivos de meu ministério e (se possível) satisfizesse os pedidos realizados, mesmo diante da probabilidade de ter algum prejuízo pessoal.
   Para que minha consciência permaneça em paz, preciso agora emitir um segundo julgamento depois de tudo o que ainda tive que ler mesmo tendo dado uma resposta positiva para os acusadores:
   Para pessoas que dizem atuar na área de “revelar a verdade” e descobrir “conspirações”, sua sensibilidade excessiva, assim como a precipitação e violência nas manifestações não podem ser considerados apenas enganos, mas sim uma grande prova de despreparo para fazer o que imaginam estar fazendo: conhecimento sem discernimento só serve para inflar a vaidade!
   Querer emitir opiniões sem conhecer melhor o assunto em foco não é apenas precipitação… é verdadeiramente um atestado de arrogância e incompetência! Digo isto com tranquilidade, pois recebo várias mensagens perguntando minha opinião sobre diversos assuntos e tenho a humildade de admitir que desconheço ou que não conheço o suficiente para opinar: prefiro desagradar por não saber do que enganar dizendo algo de que não sei!
   O documentário “Os Mecanismos Malignos” é muito bom, mas meu ministério não se resume a ele: uma das coisas que atualmente tenho condenado muito é a tal “boa vontade”, pois ela é inútil se desprovida de solidez e preparo para executar a função a qual se direciona.
   Conhecer parte da verdade é bom, mas isso não torna ninguém um apologeta: há ainda que se enquadrar na Palavra d’Aquele que é o único que pode verdadeiramente prover a salvação para a vida eterna. De nada adianta conhecer a “conspiração” se também não conhecer aquele que salva dela e agir de acordo com suas instruções.
   De forma alguma poderia aceitar verdadeiro auxílio de pessoas cheias de boa vontade, mas completamente despreparadas para enfrentar a dureza das acusações do inimigo: tenho visto o surgimento de muitos “apologetas” que, diante de alguma controvérsia mais intensa, se deixam abater, se decepcionam, desistem e até querem fazer com que eu próprio desista…
   Tem pessoas pensando que basta ter um blog ou um site e colocar alguns vídeos no youtube para que se tornem apologetas (ou “paladinos da verdade”). Isso é bom, mas não é tudo: confrontar discordâncias na intenção da salvação (e não da condenação), persistência nas adversidades e principalmente a busca do conhecimento através da Palavra de Deus é que fazem um verdadeiro cristão e principalmente um apologeta militante.
   Se escrevo tudo isso não é para envergonhar ninguém, pelo contrário, é por amor e interesse pelo amadurecimento e pela salvação genuína de pessoas tão cheias de boa vontade! Mas tenho quase certeza de que serei mal compreendido e este texto vai acabar ferindo suas susceptibilidades. Isso me lembra que…
   2. NÃO ESTOU AQUI PARA AGRADAR NENHUMA PESSOA!
   “Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? Ou procuro agradar aos homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens; porque não o recebi de homem algum, nem me foi ensinado; mas o recebi por revelação de Jesus Cristo.” (Gálatas 1:10-12)
   Não me impressiono com números, pois a Bíblia é bastante restritiva: até o pornográfico Nelson Rodrigues registrou sua percepção do assunto quando escreveu que “toda unanimidade é burra”!
   Já escrevi sobre esse assunto e não pretendo me repetir, mas registro que antes de me preocupar com o número de seguidores ou assinantes… me preocupo com minha fidelidade à Verdade. Vou saber que estou errado se começar a me tornar popular…
   A prova de que a popularidade é um grande incômodo está também nesse episódio, onde pessoas julgam ter direitos para dizer que a mão de obra de uma pessoa nada vale: se o dinheiro lhes vêm fácil ou se são sustentados pelos pais, fica fácil afirmar que “legendou vários filmes sem cobrar nada”. Vá fazer isso tendo a obrigação de sustentar dois lares, com a conta bancária zerada e a data das cobranças se aproximando!
   Aliás, aproveito esse momento para agradecer pelas duas doações recebidas (uma na sexta (9) e outra na terça-feira (13)), pois foram de extremo auxílio nas compra de mantimentos. A data de vencimento de muitas faturas se aproxima (24) e a conta bancária está absolutamente zerada: minha fé está inabalada, continuo exercitando minha paciência e minha esperança, continuo dando graças e prossigo meu ministério exatamente da mesma forma que tem sido.
   Para aqueles que não sabem ao que estou me referindo, por favor pesquisem antes de se acharem capazes de emitir algum julgamento.
  
   Obedeço a Bíblia: não confio em ninguém! Sejam falsos apologetas querendo se “enturmar” por objetivos suspeitos, sejam adolescentes voluntariosos… o meu papel é desconfiar de todos até que suas atitudes no decorrer do tempo provem o contrário!
   Concluo advertindo àqueles que querem ser apologetas ou “reveladores da verdade”, que a suspeição será algo constante para o resto de suas vidas e se não estiverem amadurecidos para lidar com isso… (parafraseando tropa de elite) PEDE PARA SAIR!
   Se simples conjecturas os fazem ficar indignados, o que farão diante da possibilidade de que o próprio demônio vai querer destruir suas vidas? Acham que o anticristo vai “pegar leve” com quem pensa que pode atrapalhar os seus planos? Vocês esperam que, através apenas do conhecimento dos fatos, a humanidade vá se unir e impedir o cumprimento das profecias bíblicas? Vocês estão dispostos e prontos a sacrificar suas vidas por uma verdade maior?
   “E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta. E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação.” (Apocalipse 13:1-7)
   “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.” (Apocalipse 20:4)
   Isso não é conto de fadas nem RPG… ninguém fique pensando que pode se envolver seriamente nessa batalha e sair intacto. Se o que as pessoas podem pensar de você te deixa preocupado… é melhor nem entrar no “jogo”, principalmente porque isso NÃO É UM JOGO: quer se meter com a verdade, então pague o preço!
   O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) não se aplica à verdadeira batalha espiritual e, como na guerra, não importa se você tem 15, 23 ou 40… os tiros são sempre reais!
   Que o Senhor Deus proteja e abençoe todos aqueles que verdadeiramente O amam e desejam seguí-lO de todo o coração com saúde, sabedoria e discernimento.

Categories: ,

8 comentários:

Postar um comentário

                              ATENÇÃO!

   Fico feliz por você estar desejando registrar um comentário, porém peço que (principalmente caso vá praticar qualquer tipo de retaliação), pense bem antes de fazê-lo:.

   1. A partir de 22/07/2011 restringi (no intuito de impedir mesmo) os comentários neste formato (arcaico e nativo do blogger), pois estão relacionados às postagens antigas: o assunto pode até ser atual e pertinente, mas definitivamente não está no centro das atenções do autor.

   2. Este formulário só aparece para permitir a leitura dos comentários anteriores... já leu para ver se sua dúvida não foi respondida? Tem certeza que sua pergunta é inédita e exclusiva? Se for, então pode me enviar um e-mail:
teophilonoturno@gmail.com

   3. Provavelmente o que você leu foi baseado na Bíblia ou em fatos, NÃO em opiniões pessoais (busque referências bíblicas!!!). Se você "caiu de pára-quedas" aqui não comece a metralhar sem conhecer o posicionamento do autor através de seus outros textos, pois comentários descabidos e sem fundamentação serão desconsiderados!

   4. Sem dúvida o texto não contém ofensas pessoais e muito menos palavras torpes (não escreva ofensas, palavrões, bobagens...).

   5. Muito provavelmente você vai encontrar sérias dificuldades para apagar seus comentários daqui caso algum dia venha a se arrepender de tê-los feito: meu trabalho é registrar fatos e, depois que você pressionar o botão enviar, suas próprias palavras poderão testemunhar contra você.

   Obrigado pela atenção.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts with Thumbnails