1 de jul de 2009

Seu Melhor… É O Que Deus Quer?

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
    Sábado passado participei, como palestrante, em uma “clínica de música” que ocorreu numa igreja batista da Zona Oeste Carioca e fiquei bastante satisfeito com os resultados aparentes… só me resta orar para que perdurem.
   Já disse isso antes, mas repito pelo contentamento: tive a oportunidade de conhecer a irmã Eudora Pitrowski Sales, que é musicista, compositora e testemunha da evolução (ou seria degradação?) do louvor nas instituições eclesiásticas.
   A postagem de hoje é uma transcrição de um episódio narrado por ela, cuja “moral da história” deveria fazer aqueles que se dizem fiéis ao Senhor Deus reavaliar se têm verdadeiramente levado-O tão a sério quanto querem fazer parecer.
   O fato ocorreu com uma de suas parentes e foi relacionado à um movimento administrativo na Rio de Janeiro Refrescos, vulgo Coca-Cola, que é uma empresa (que faz questão de parecer e se diz) totalmente VOLTADA PARA OS JOVENS, para a DESCONTRAÇÃO… para o “NÃO-TRADICIONAL”.
   Pois a filha dessa parente dela trabalha (ou trabalhou) nessa empresa e, durante uma viagem, no verão, necessitou urgentemente de alguma documentação que somente poderia ser retirada no prédio dessa empresa: telefonou para a mãe de onde estava e pediu que essa fosse até o local, buscasse determinados documentos (que estariam já prontos e apenas aguardando para ser pegos) e enviasse através dos correios.
   Sendo VERÃO, localizando-se esta empresa EM FRENTE À PRAIA DE BOTAFOGO e morando relativamente perto dali, a prestativa mãe colocou uma BERMUDA (abaixo dos joelhos), uma CAMISETA DE MALHA e para lá se encaminhou na intenção de cumprir, naquele calor, rapidamente sua missão.
   Ao apresentar-se na recepção e, bem instruída, informar seus objetivos, teve uma inconveniente surpresa. O funcionário a esquadrinhou por inteiro e, dada a localização onde estava sendo disponibilizada a entrega dos documentos solicitados, teve de informar que AQUELAS ROUPAS NÃO ERAM ADEQUADAS!
   Resultado: aquela mulher teve que retornar até sua casa, vestir-se de maneira “compatível” com o local e, só então, cumprir sua tarefa.
   Guardem e reflitam sobre essa informação. Voltaremos a este assunto no final.
   Muitas outras coisas aprendi com a irmã Eudora no pouco tempo que durou sua edificante palestra e poderia permanecer ali por muito mais tempo. Porém o palestrante seguinte foi… eu!
   Se alguém que apenas lê meus textos pode me achar “radical”, pessoalmente costumo ser um pouco mais veemente, ou seja, durante mais de uma hora fui citando BASE BÍBLICA e apresentando FATOS totalmente contraditórios à Palavra de Deus: apesar de muito material estar disponível pela internet, nada melhor do que poder expor e explicar pessoalmente cada detalhe a ser observado. Não porque fui eu, mas foi uma benção poder alcançar tantos jovens de uma só vez: muitos deles talvez até sem acesso à internet.
   No final de tudo, na hora das perguntas, manifestaram-se duas jovens que estavam sentadas no final do templo. Eram elas do “ministério” de dança e argumentaram que o culto racional não poderia ser assim como eu havia apresentado, pois SUA INTENÇÃO era engrandecer e louvar e, para isso DAVAM O SEU MELHOR…
   Admito que acabo ficando triste ao revelar a Verdade aos que vivem de ilusões, mas apresentei a elas o episódio de Nadabe e Abiú, cujo intento era
   “E os filhos de Arão, Nadabe e Abiú, tomaram cada um o seu incensário e puseram neles fogo, e colocaram incenso sobre ele, e ofereceram fogo estranho perante o Senhor, o que não lhes ordenara. Então saiu fogo de diante do Senhor e os consumiu; e morreram perante o Senhor. E disse Moisés a Arão: Isto é o que o Senhor falou, dizendo: Serei santificado naqueles que se chegarem a mim, e serei glorificado diante de todo o povo. Porém Arão calou-se.” (Levítico 10:1-3)
   Deveria também ter citado a oferta de Caim, cuja ilustração abre essa postagem, mas a Bíblia registra que, em ambos os casos, o grande problema não foi a qualidade das ofertas (não há registro de que os vegetais de Caim eram ruins ou que o fogo aceso pelos sobrinhos de Moisés tivesse algo de anormal), mas a oferta imprópria: eles deram AQUILO QUE QUERIAM DAR e não aquilo que havia sido previamente requerido pelo Senhor Deus.
   Da mesma forma hoje encontramos danças, teatros… “modernidades” mil sendo introduzidas em um suposto “culto” que a cada dia mais deixa de ser prestado ao Senhor Deus e serve apenas para ser assistido pelos homens que buscam saciar as carências de seu ego reforçar sua auto-estima.
   Quem é o presidente da Coca-Cola perante o Senhor Deus? Porque a mera possibilidade de um encontro com esse homem obriga as pessoas a vestirem trajes formais? Prestar um culto ao Criador de tudo não exigiria algo ainda mais especial? Porventura o Senhor Deus mudou? Ou será que Ele não está mais presente nos cultos?
   Sim! Ele deve estar bem longe, pois fiquei animado com a palestra e decidi visitar uma igreja no dia seguinte. Pretendo me estender sobre essa visita na próxima postagem, mas preciso registrar que me deparei com algumas roupas dignas (ou INdignas) de uma beira de praia: mesmo com a temperatura amena do inverno carioca, algumas mulheres usando vestidos e camisas de alcinha, expondo as costas inteiras e até mesmo com tatuagens… se fossem pegar um documento na sede da Coca-Cola, uma empresa “jovem” e “informal”… poderiam se vestir dessa forma?
   A questão é que 2 Timóteo 4:3 mostra que seu tempo é agora e os “doutores” já estão infiltrados e atuantes na propagação da apostasia: o caminho é estreito e o povo vai perecendo por total falta de conhecimento! Continuo o assunto e concluo o raciocínio na próxima postagem.
   Volto a agradecer aos irmãos que colaboraram através de doações no mês de junho: dou graças ao Senhor Deus por sua providência e oro para que Ele continue abençoando àqueles que sentiram o mover do Espírito Santo e contribuíram conforme propôs o seu coração.
   O mês de julho começou com a “alegre” chegada da cobrança referente à manutenção anual do domínio “teophilo.info”, conforme pode ser verificado através da imagem abaixo:
   E essa cobrança não inclui a hospedagem e, dadas minhas atuais condições, não vejo possibilidade de adquirir mais domínios tão cedo. Explico: “domínios” são os “nomes” através dos quais as pessoas encontram os sites. No caso acima, apresento o domínio do meu site principal, onde apresento estudos bem mais extensos do que os que estão aqui no blog. Se, por exemplo, pudesse adquirir os domínios “.com”, “.com.br”, “.net” haveria uma probabilidade maior de ser encontrado por aqueles que digitam “teophilo.” qualquer coisa… mas, como é apenas probabilidade, melhor deixar de lado por enquanto.
   Continuo precisando MUITO de auxílio financeiro e, por causa disso, permaneço apelando aos irmãos que puderem colaborar vejam maiores informações neste link.
   Que o Senhor Deus nos proteja dos ataques malignos e nos abençoe com saúde e discernimento para separarmos o que é relevante do que é verdadeiramente correto do que simplesmente possamos achar que é correto.

4 comentários:

Postar um comentário

                              ATENÇÃO!

   Fico feliz por você estar desejando registrar um comentário, porém peço que (principalmente caso vá praticar qualquer tipo de retaliação), pense bem antes de fazê-lo:.

   1. A partir de 22/07/2011 restringi (no intuito de impedir mesmo) os comentários neste formato (arcaico e nativo do blogger), pois estão relacionados às postagens antigas: o assunto pode até ser atual e pertinente, mas definitivamente não está no centro das atenções do autor.

   2. Este formulário só aparece para permitir a leitura dos comentários anteriores... já leu para ver se sua dúvida não foi respondida? Tem certeza que sua pergunta é inédita e exclusiva? Se for, então pode me enviar um e-mail:
teophilonoturno@gmail.com

   3. Provavelmente o que você leu foi baseado na Bíblia ou em fatos, NÃO em opiniões pessoais (busque referências bíblicas!!!). Se você "caiu de pára-quedas" aqui não comece a metralhar sem conhecer o posicionamento do autor através de seus outros textos, pois comentários descabidos e sem fundamentação serão desconsiderados!

   4. Sem dúvida o texto não contém ofensas pessoais e muito menos palavras torpes (não escreva ofensas, palavrões, bobagens...).

   5. Muito provavelmente você vai encontrar sérias dificuldades para apagar seus comentários daqui caso algum dia venha a se arrepender de tê-los feito: meu trabalho é registrar fatos e, depois que você pressionar o botão enviar, suas próprias palavras poderão testemunhar contra você.

   Obrigado pela atenção.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts with Thumbnails