10 de jul de 2009

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
    Na primeira parte desta série abordei o que a própria Bíblia nos apresenta como componentes de um culto: nada a mais… nada a menos! Na segunda parte comecei a diferenciar “vida” de “culto”, provando que o biblicamente o culto é um momento sagrado, ou seja, de sacrifício.
   Agora, na terceira parte, vou apresentar e começar a analisar a passagem bíblica profética que foi escrita pelo apóstolo Paulo e é o núcleo dessa série
   Sabendo que o Senhor Deus prepara o entendimento de Sua vontade através de “tipos”, leiamos novamente a passagem bíblica que nos apresenta o tipo de CONVÍVIO em temor que foi apresentado, sob forma de lei, no Antigo Testamento:
   “E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o Senhor teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa” (Deuteronômio 14:26)
   Agora, para compreendermos melhor que existem grandes diferenças entre o COTIDIANO e o CULTO, façamos uma nova leitura sobre o comportamento dos sacerdotes:
   “Ora, estando estas coisas assim preparadas, a todo o tempo entravam os sacerdotes no primeiro tabernáculo, cumprindo os serviços; Mas, no segundo, só o sumo sacerdote, uma vez no ano, não sem sangue, que oferecia por si mesmo e pelas culpas do povo” (Hebreus 9:6-7)
   E, como SOMOS GENTIOS e NÃO VIVEMOS MAIS SOB A LEI, seria bom aprendermos o que o apóstolo Paulo tem a dizer sobre os tempos que estamos vivendo:
   “Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; Proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças; Porque toda a criatura de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças. Porque pela palavra de Deus e pela oração é santificada.” (1 Timóteo 4:1-5)
   Não consigo deixar de ficar espantado com a atualidade das palavras registradas pelo ÚLTIMO APÓSTOLO da história: como, há quase dois mil anos atrás, ele poderia prever com precisão o que está ocorrendo agora?
   Acho bem interessantes os dois pontos de apoio que ele escolheu para citar o controle total que estará sendo exercido através das doutrinas de demônios:
1. PROIBINDO O CASAMENTO
   Ora, o casamento é a consumação de pelo menos três tipos de amor: o “filos”, o “ágape” e o “eros”, sendo biblicamente ordenado desde o Gênesis e, mantidos os parâmetros cristãos, não deve ser desfeito… apesar de vermos muitos estúpidos distorcendo a Palavra na tentativa de justificar suas concupiscências carnais!
   Para este estudo citaremos as seguintes passagens:
   “E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne? Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” (Mateus 19:5-6)
   “Estás ligado à mulher? não busques separar-te. Estás livre de mulher? não busques mulher. Mas, se te casares, não pecas; e, se a virgem se casar, não peca. Todavia os tais terão tribulações na carne, e eu quereria poupar-vos. Isto, porém, vos digo, irmãos, que o tempo se abrevia; o que resta é que também os que têm mulheres sejam como se não as tivessem;” (1 Coríntios 7:27-29)
   O tema dessa série não é o casamento e, por isso, não nos estenderemos no assunto, porém é uma área de tamanha complexidade que, sem dúvida, acabará sendo abordada no futuro.
   A questão é que para alguém, cuja inclinação natural não seja o celibato, aceitar a imposição de não vir a se casar apenas para se “adequar” a um sistema… é um sinal de que está cega e completamente submisso por tal doutrina: Paulo escolhe justamente esse exemplo para demonstrar a profunda dominação que estará ocorrendo nesta época.
2. ORDENANDO A ABSTINÊNCIA DE ALIMENTOS
   Quem estuda a mente humana sabe que a autodisciplina alimentar é uma qualidade extremamente difícil de ser atingida e ainda mais complicada de ser mantida: a obesidade atinge níveis de pandemia enquanto, no extremo oposto, encontramos pessoas morrendo por anorexia e bulimia.
   “E os que usam deste mundo, como se dele não abusassem, porque a aparência deste mundo passa.” (1 Coríntios 7:31)
   “Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção de costume.” (Provérbios 30:8)
   Eu próprio já atingi 210 Kg, necessitei passar por um processo cirúrgico e sei bem do que falo: nada em excesso faz bem: “muito demais” ou “pouco demais”… na verdade, se formos observar a finitude do ser humano, nem mesmo aquilo que é “regular demais” pode nos fazer escapar da morte física que, na verdade, é apenas consequência do pecado.
   No dia em que me dei conta que a Palavra da Verdade é o único caminho para a vida eterna, percebi que só existem duas formas de concluir meu ministério: ou arrebatado… ou morto! Isso bastou para acabar com muitos sintomas do transtorno ansioso depressivo e, principalmente, da síndrome do pânico: não há o que temer para quem quer seguir as palavras do apóstolo Paulo:
   “Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” (2 Timóteo 4:6-8)
   Mas, voltando à questão específica dos alimentos, sei muito bem que a densidade demográfica favorece a criação de alimentos alterados e não sei o quanto essas substâncias químicas e hormônios artificias podem contribuir para o controle mental e para a possessão dos seres humanos, mas sei muito bem que o vegetarianismo, apesar das recomendações do apóstolo Paulo (1 Coríntios 8:13 e, principalmente, Romanos 14:21), não vai levar ninguém para o céu. Leia, em Isaías 25, a descrição do banquete que será dado pelo Senhor Deus no dia em que a morte for ANIQUILADA e nem houverem mais lágrimas (ou seja, no futuro!): não posso perder esse negócio de jeito nenhum!
   Novamente, assim como no casamento, a Bíblia não especifica a abstinência de alimentos PARA OS GENTIOS (e tem seres humanos que, mesmo nem sabendo diferenciar cristãos de judeus, querem apitar como profundos conhecedores da Bíblia…). Alguém que se submeta a uma proibição injustificada apenas por conveniência religiosa, sem dúvida é um ser DOMINADO!
   Ora, para que alguém seja tão submisso a ponto de negar (sem plena justificativa e/ou ordenação bíblica) seus próprios sentimentos e instintos é porque já está TOTALMENTE sob o domínio das doutrinas de demônios: já não tem mais a liberdade daqueles que conhecem a Verdade, mas, pelo contrário, vive uma vida de medo e controle: vestindo, comendo, ouvindo, assistindo tudo o que lhe for imposto… falando e pulando na hora que alguém manda como verdadeiros bichinhos de estimação, adestrados pelos hipócritas que falam mentiras.
   E esse “zelo excessivo”, essa superexposição a um suposto “sagrado”, acaba causando ao incauto efeitos semelhantes àqueles que citei na postagem anterior: o calo aos atletas, a surdez aos que escutam música em volume elevado… e a CAUTERIZAÇÃO da sensibilidade para as coisas que são verdadeira e biblicamente sagradas àqueles que “vivem um culto”.
   Mais uma vez me surpreendo com a exatidão da profecia bíblica quanto às suas profecias.
   Nunca imaginei escrever uma série e gostaria de que os irmão comentassem se o modelo permite o acompanhamento da linha de raciocínio.
   No próximo capítulo pretendo apresentar e definir “O PROFANO” e como, através dessas técnicas de cauterização, ele conseguiu adentrar as igrejas a passar a fazer parte de alguns “cultos”. Pretendo explicar também o que exatamente deve ser sacrificado neste culto, pois não quero levar nenhum apressadinho a pensar em conduzir ovelhas e pombas ao sacrifício no altar e, muito menos, que algum “kamikaze” comece a engendrar algum tipo extravagante de “suicídio gospel” ou absurdo parecido!
   Até quarta-feira deve estar no ar.
   Que o Senhor Deus nos proteja da aparência de piedade que nega Seu poder, nos dê discernimento para sabermos evitar as sutis seduções que são lançadas sobre nós e nos abençoe com saúde e sabedoria.

5 comentários:

Postar um comentário

                              ATENÇÃO!

   Fico feliz por você estar desejando registrar um comentário, porém peço que (principalmente caso vá praticar qualquer tipo de retaliação), pense bem antes de fazê-lo:.

   1. A partir de 22/07/2011 restringi (no intuito de impedir mesmo) os comentários neste formato (arcaico e nativo do blogger), pois estão relacionados às postagens antigas: o assunto pode até ser atual e pertinente, mas definitivamente não está no centro das atenções do autor.

   2. Este formulário só aparece para permitir a leitura dos comentários anteriores... já leu para ver se sua dúvida não foi respondida? Tem certeza que sua pergunta é inédita e exclusiva? Se for, então pode me enviar um e-mail:
teophilonoturno@gmail.com

   3. Provavelmente o que você leu foi baseado na Bíblia ou em fatos, NÃO em opiniões pessoais (busque referências bíblicas!!!). Se você "caiu de pára-quedas" aqui não comece a metralhar sem conhecer o posicionamento do autor através de seus outros textos, pois comentários descabidos e sem fundamentação serão desconsiderados!

   4. Sem dúvida o texto não contém ofensas pessoais e muito menos palavras torpes (não escreva ofensas, palavrões, bobagens...).

   5. Muito provavelmente você vai encontrar sérias dificuldades para apagar seus comentários daqui caso algum dia venha a se arrepender de tê-los feito: meu trabalho é registrar fatos e, depois que você pressionar o botão enviar, suas próprias palavras poderão testemunhar contra você.

   Obrigado pela atenção.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts with Thumbnails