29 de jun de 2009

Irai-vos… Mas Não Pequeis

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
     Eu poderia enumerar quantas pessoas já me contataram com os mais diversos objetivos e, na intenção de consolidar a Palavra, tive a oportunidade de responder: um espírita, um “deus”, um defensor do “avestrucismo”, uma idólatra gospel… até mesmo uma “ministra” da Rebecca Brown! Tudo isso só aqui no blog!
   A cada um deles dediquei atenção e fiz questão de responder, pois apesar de estarem afirmando totais absurdos diante da Palavra de Deus: eram oportunidades de pregar e divulgar ainda mais a Bíblia e não enganos ou meu próprio nome.
   Porém, recentemente apresentou-se uma pessoa que não aparenta ter dúvidas, mas manobra habilmente com as palavras com o único intuito de realizar ataques diretos à minha pessoa e apenas mediante a cuidadosa análise de suas palavras pude constatar isso. Cada frase é um questionamento com quase nenhuma intenção bíblica, porém de puro confronto pessoal. Vejamos:
   Meu irmão, lhe adianto, que antes de pedir, você já estava desculpado, e PERDOADO por ter me tratado de forma ríspida. E já adianto que estás perdoado também por ter ido além de um tratamento ríspido. E não consigo ver humilhação nesse seu ato. Muito pelo contrário; vejo uma ponta de grandeza não muito comum nos meios “evangélicos” em nossos dias.
   Na postagem onde intencionei me desculpar, apresentei os pontos de divergência para que não houvessem dúvidas sobre o comportamento de ambos, mas parece que essa pessoa quer continuar firmando sua posição de acusadora. Quais suas intenções? Se o reconhecimento de meus erros não lhe foi suficiente… qual será seu objetivo?
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: Indefinida. Quer dar uma lição sobre perdão? Quer me comparar ao “meio evangélico atual”?
   Não sou eu, uma dessas pessoas, que disse que a reforma no layout foi APENAS PARA TORNÁ-LO como o rosto... o que eu disse foi que a reforma o tornou “de uma QUALIDADE ÍMPAR!”. MAS QUE FICOU UMA PONTA DE VAIDADE. Peço-lhe desculpas pela “ponta” e troco a palavra por “uma pontinha”. Fica melhor assim?
   Uma mentira, pois a exata frase enviada por essa pessoa foi: “Única coisa que acho é que ficou como o rosto de uma bonita mulher muito maquiada, mostra uma ponta de vaidade, cuidado irmão, vigia!”
   Ora, quer dizer que as palavras dele podem ter outras interpretações? Não é capaz de reconhecer os próprios ataques? Pessoa de duas palavras… ou serão mais?
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: ZERO. O núcleo desse assunto é o ego e não a Palavra…
   Você não é fã de ninguém, mas aceita, que até membros da sua equipe, sejam seus fãs e comentem em seu próprio blog sobre essa posição “idolatria”. E ficou meio “pedante” esse comentário logo depois dos meus.
   Parece que essa pessoa se incomoda com o serviço do “Google Friend Connect” a ponto de me acusar por isso. O interessante é que eu já havia repudiado o termo “seguidores” anteriormente e, sabendo que apenas através desse serviço eu ficaria ciente das atualizações nos blogs dos quais também sou “seguidor”, deixei de dar tanta atenção ao assunto.
   Outra coisa é que costumo não bloquear comentários de ninguém… desde que sejam relevantes. Até hoje os seus próprios não apareceram aqui?
   Começa a ficar latente uma intenção de ataque direto e pessoal: a utilização das palavras “idolatria” e “pedante” denota que o problema dele é comigo, pois suas outras citações (Leonardo, Danilo… pastor Ciro!) têm muitos seguidores a mais que eu!
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: ZERO! Continua me colocando como foco de seus ATAQUES.
   Porque ao invés de ter procurado tanto e de ter ido ao dicionário, FAZER PESQUISAS, você não foi à Bíblia, no exato texto que eu lhe referenciei, dizendo-lhe que foi de onde tirei o termo “Labaredas de fogo”. Se você não procurar na Bíblia continuará a ver relação com possessão demoníaca! Na Bíblia há SUBJETIVIDADES EM RELAÇÃO A LABAREDAS DE FOGO! veja.
   Engraçado… eu fui à Bíblia sim e li:
   “E, quanto aos anjos, diz: Faz dos seus anjos espíritos, E de seus ministros labareda de fogo.” (Hebreus 1:7)
   Se há tanta sagacidade nesse acusador, deveria ter notado que CADA MINISTRO é APENAS UMA LABAREDA! Ao assinar como “LabaredaS” e sendo tão capaz de notar detalhes acusativos, admite a teoria da irmã Gláucia de que seja mais de uma pessoa, ou seja, uma equipe inteira de acusadores!
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: ZERO. Além da lição sobre plural e singular, nada é relevante em saber sobre o pseudônimo de alguém: seja Teóphilo, seja LabaredaS, seja bola de fogo!
   Eu nunca vi ninguém pedir perdão parcelado“a prestação”, parece que a dívida nunca será quitada.
   Eu já vi pessoas pedirem perdão pelos erros que reconheceram e, os que não reconheceram como erros, justificar. Se eu pedisse perdão por tudo estaria admitindo acusações falsas que estão atreladas no conjunto.
   Perdoar e permitir que o perdoado continue errando? nem pensar! Não deveria haver admoestação?
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: ZERO. Novamente quer dar uma lição sobre perdão? O perdão pode ser dado àqueles que reconhecem seus erros e se arrependem, outrossim voltarão a cometer os mesmos erros. Eu não vou voltar a tratá-lo desrespeitosamente, mas ele continua tramando e destilando suas palavras que nada colaboram para a divulgação da Palavra de Deus, mas visam apenas o ataque direto e ao esvaziamento da minha moral.
   Não há “jogo” algum. Citei o pr Ciro, porque você como pesquisador, escrevendo sobre o tema pentecostal, lhe é mais fácil recorrer a um dos que você segue. E já lhe disse que há um espaço correto para fazer perguntas (pesquisas) no blog do pr Ciro.
   Como se eu não dispusesse do apoio de mais nenhum pastor pentecostal, ele persiste na tentativa de colocar o pastor Ciro Zibordi no meio de um assunto em que, mesmo podendo ter lido, preferiu não opinar. Ou seja: há sim alguma trama atrás de palavras disfarçadas com humildade.
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: ZERO. Tendo a Bíblia e tendo críticos TEOLÓGICOS (e não pessoais), porque fazer questão de envolver o pastor Ciro em um assunto? Está essa equipe querendo criar algum tipo de “guerra”? Porque teimar para que eu incomode o pastor Ciro? A “dúvida” (alias… qual dúvida?) é do LabaredaS… ele, vendo que não sou capaz de satisfazê-la, que se dirija a quem julgar necessário para esclarecê-la! Eu falei sobre a Palavra e tenho certeza do que falei! O engraçado é que desde 2005 já respondi mais de dois mil emails e nunca deixei ninguém sem REFERÊNCIAS BÍBLICAS… mas tudo indica que a intenção dessas pessoas é outra.
   Sendo no seu entender, o batismo no Espírito Santo, uma experiência extremamente subjetiva e TOTALMENTE DOUTRINÁRIA DENOMINACIONAL você deve ir pesquisar junto a uma pessoa, da sua confiança, que seja de uma denominação que tenha essa doutrina. Ninguém melhor do que o pr. Ciro. Não?
   A sensação de superioridade aqui é latente: me julgando um neófito na fé, me exorta a uma experiência sobrenatural. Volta a querer colocar o pastor Ciro no assunto… mas, como homem de Deus (que eu sei que o pastor Ciro verdadeiramente é!) ele não ficará ofendido se eu disser que A BÍBLIA é melhor que o pastor Ciro e, dentro dela, ele não é superior a ninguém! Será que o pastor Ciro sabe que está sendo idolatrado? Será que ele vai apoiar este tipo de comportamento?
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: ZERO. Quem estuda a Bíblia aprende através da ação do Espírito Santo. O pastor Ciro tem seu (ótimo) blog e eu tenho o meu: eu não escrevo lá… porque seria necessário que ele viesse autorar aqui? Por sua causa, LabaredaS??
   Estás sempre tentando “colocar palavras em minha boca” eu lhe disse claramente que vejo você como uma pessoa que tem o Espírito Santo de acordo com Jo 20.22. De onde que eu posso ver isso? Não é bem claro que é através dos seus textos? Você já faz parte das minhas orações á muito tempo!
   Sou um homem que não confia em nenhum outro homem (ou homens…) e meu pé está a mais de um quilômetro atrás com essas LabaredaS. Nem sei mais a quem suas orações possam estar sendo dirigidas, haja vista a exata postagem em que suas manifestações se tornaram presentes…
   “Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17:5)
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: Se está em mim, se está em você… se ora ou se não ora? Novamente temos alusões a procedimentos bíblicos cujo âmbito é estritamente pessoal: se eu oro, se eu tenho… se você tem? Discussão tola e relevância ZERO!
   Você diz que não sai por ai comentando que fulano agiu assim e que sicrano agiu daquela forma: COMO NÃO! é justamente por fazer isso que você tem se tornado bastante conhecido.
   Eu nunca critiquei alguém por escrever (no estilo literário) POESIAS. Nunca fiz uma análise pelo simples fato de alguém escrever (no estilo literário) UMA CRÔNICA. Nunca critiquei ninguém porque VESTIU VERDE, ou porque é GORDO, ou porque AGIU de qualquer forma em sua vida particular.
   Me surpreende que alguém que se apresente tão letrado seja incapaz de discernir o que são atitudes subjetivas de HERESIAS, ou seja, coisas que vão contra a Palavra de Deus e suas recomendações diretas!
   Aqui torna-se claro que, se meu pseudônimo está atingindo alguma relevância, é exatamente isso que está incomodando o LabaredaS que, através de ataques pessoais, pretende desviar minha atenção de meu objetivo principal (exortar e divulgar a Palavra) e fazer com que passe o resto de meus dias tendo que me desculpar e responder suas inquisições fúteis, inúteis e meramente pessoais. Olhem um comentário que ele escreveu sobre a irmã Gláucia Carneiro, logo após um comentário dela no blog Genizah:
   Difamar? Queimar? Isso é um procedimento cristão? Há algo de bíblico nessa atitude? A que senhor você serve?
   RELEVÂNCIA BÍBLICA: ZERO… ou VALOR NEGATIVO. Parece que temos aqui um genuíno caso de alguém “plantado” para DIFAMAR àqueles que são capazes de EXORTAR BIBLICAMENTE. Não podemos negar sua habilidade (às vezes) com a Palavra, mas o que podemos pensar ao ver uma declaração como essa?
   Bem como disse no começo, antes mesmo de me pedir desculpas eu já havia lhe desculpado e perdoado, pois o que perdoa não busca justificar, como o que pede desculpas faz. Acho que você é que ainda não me perdoou.
   Engraçado que quem pediu perdão pela ofensa fui eu, mas parece que você é quem gosta muito de permanecer vivendo em torno de um assunto extinto.
   Eu, subjetivamente, voltei a considerar seriamente a possibilidade de que seja:
  1. Uma equipe de pessoas, plantada na tentativa de difamar os ministérios apologéticos:
    • Seu blog começou este mês: nenhum dos seis textos é de sua autoria! Parece uma característica de disfarce para conseguir a aceitação dos menos atentos…
    • Qual sua história para estar “sendo perseguido”? Quem você confrontou? Ou seria apenas mais uma parte do disfarce, para que através disso possamos imaginar alguma identificação com você?
    • Lagoinha, CONAMAD, CGABD, Idólatras do Regis Danese… todos esses querem me ver desmoralizado e destruído. O que me garante que você não é um enviado da parte deles? Que você não é um ministro… uma “labaredaS” deles? A falta de concordância numérica é proposital.
    • Como sabe tanto e, ao mesmo tempo, nada sobre mim? Seus ataques não são apologéticos, mas pessoais, tanto que no parágrafo anterior mostrou ser completamente incapaz de discernir entre “falar mal” e “exortar”… parece até que andou ME estudando muito mais do que a Bíblia!
  2. Uma pessoa apenas, mas possesso por Legiões de Legiões.
  3. Ambas as opções acima, juntas e misturadas.
   Qualquer uma das três justificaria o plural de labareda como pseudônimo e se afirmando e sendo você uma acusador tão sagaz, não consigo acreditar que o simbolismo plural de seu apelido seja apenas descuido.
   De qualquer forma, posso estar errado e, diante de tal possibilidade, prefiro agir BIBLICAMENTE — exatamente como Paulo e Barnabé procederam:
   “E tal contenda houve entre eles, que se apartaram um do outro. Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre.” (Atos 15:39)
   Se for servo do Senhor Jesus Cristo vai compreender e se apartar. Se for servo de satanás vai intensificar os ataques na tentativa de difamação… de um jeito ou de outro é bom que saiba que, a partir de agora, qualquer comentário seu será invariavelmente rejeitado sem ser lido.
   Na imagem abaixo está a íntegra do comentário que recebi e recusei de publicar como comentário, mas transcrevi ipsis litteris no texto acima:
   Há ética na mentira?
   Já fiz muitos amigos e tenho críticos pertinentes que merecem ter suas exortações e conselhos levados a sério, porém o Espírito Santo não testifica em mim a seu respeito: obrigado por sua participação, pois já aprendi o suficiente com ela.
   Já dediquei atenção demais às suas palavras cheias de veneno e carentes de substância bíblica RELEVANTE. Dispenso futuras manifestações: eu não preciso de você, você não precisa de mim e todos nós precisamos muito do Senhor Jesus Cristo!
   Seja feliz!

Categories:

7 comentários:

Postar um comentário

                              ATENÇÃO!

   Fico feliz por você estar desejando registrar um comentário, porém peço que (principalmente caso vá praticar qualquer tipo de retaliação), pense bem antes de fazê-lo:.

   1. A partir de 22/07/2011 restringi (no intuito de impedir mesmo) os comentários neste formato (arcaico e nativo do blogger), pois estão relacionados às postagens antigas: o assunto pode até ser atual e pertinente, mas definitivamente não está no centro das atenções do autor.

   2. Este formulário só aparece para permitir a leitura dos comentários anteriores... já leu para ver se sua dúvida não foi respondida? Tem certeza que sua pergunta é inédita e exclusiva? Se for, então pode me enviar um e-mail:
teophilonoturno@gmail.com

   3. Provavelmente o que você leu foi baseado na Bíblia ou em fatos, NÃO em opiniões pessoais (busque referências bíblicas!!!). Se você "caiu de pára-quedas" aqui não comece a metralhar sem conhecer o posicionamento do autor através de seus outros textos, pois comentários descabidos e sem fundamentação serão desconsiderados!

   4. Sem dúvida o texto não contém ofensas pessoais e muito menos palavras torpes (não escreva ofensas, palavrões, bobagens...).

   5. Muito provavelmente você vai encontrar sérias dificuldades para apagar seus comentários daqui caso algum dia venha a se arrepender de tê-los feito: meu trabalho é registrar fatos e, depois que você pressionar o botão enviar, suas próprias palavras poderão testemunhar contra você.

   Obrigado pela atenção.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts with Thumbnails