18 de jun de 2009

Aventuras de Blogueiro Cristão III

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
    “Vigio, sou como o pardal solitário no telhado. Os meus inimigos me afrontam todo o dia; os que se enfurecem contra mim têm jurado contra mim.” (Salmos 102:7-8)
   Uma das coisas mais importantes em um relacionamento é a comunicação: saber que fomos ouvidos após termos dito alguma coisa… afinal, se dissemos é porque julgamos relevante.
   E um blog nada mais é do que uma forma de relacionamento, um canal bidirecional de comunicação que permite encontrarmos pessoas que, no mundo “real”, nunca iríamos conhecer! De que outra forma poderia encontrar outros “pardais” como eu?
   É óbvio que mesmo me relacionando com as pessoas, não deixo em momento algum de cumprir o chamado para o qual fui escolhido: expor a Palavra de Deus, conclamar os crentes em Jesus Cristo a conhecer a Verdade e assumir suas responsabilidades como cristãos genuínos… e não como esse bando de gente que só se satisfaz ao ouvir os doutores que ficam por aí arrumando jeitos de travestir as concupiscências para poder trazê-las pelas portas da frente das igrejas.
   Então, nessa postagem de comunicação e congraçamento com todos os meus irmãos em Cristo, não poderia deixar passar os interessantíssimos selinhos que não deixo de aceitar, mas, conforme as regras que estabeleci para mim mesmo, vou pesquisar a fundo as origens e só posso receber da primeira pessoa que me indicar para tal.
   Portanto, no dia 15 de maio eu recebi não apenas um, porém DOIS selos de meu amado irmão Danilo Fernandes, do Genizah!
    O primeiro selo é o “Jesus, Ele Voltará! Eu Creio”, que foi criado pelo Rubem, que é dono da comunidade com esse mesmo título. As regras para este selo são:
  1. Os beneficiários devem escolher 6 blogs que consideram merecedores deste prêmio pela criatividade, design, material interessante,e por contribuir com a comunidade de blogs em qualquer língua.
  2. Cada um dos 6 blogs selecionados devem incluir o nome do autor e um link para o seu site a ser visitado pelos leitores.
  3. O beneficiário deve mostrar o prêmio e indicar o nome e o link para o blog que foi entregue.
  4. Todos os beneficiários deste prêmio devem incluir um link para o site Jesus, Ele voltará. Eu creio, para informar os leitores sobre a origem deste prêmio.
     O segundo selo é o “Somos Mais do Que Vencedores”, criado pelo Djavan (?!?) do blog “Mundo Gospel” e que determinou as seguintes regras:
  1. Exibir a imagem "SOMOS MAIS DO QUE VENCEDORES" que acabei de ganhar;
  2. Postar o link do blog que me indicou;
  3. Indicar 10 blogs de minha preferência;
  4. Avisar meus indicados;
  5. Publicar as regras;
  6. Conferir se os blogs indicados repassaram o selo e as regras.
    E, para concluir, no dia 14 de junho a Nani me indicou para o selo “Blog É Para Vida Toda!”, cujas regras são:
  1. Os beneficiários devem escolher 6 blogs que consideram merecedores deste prêmio para a criatividade, design, material interessante,e para contribuir com a comunidade de blogs em qualquer língua.
  2. Cada um dos 6 blogs selecionados devem incluir o nome do autor e um link para o seu site a ser visitado pelos leitores.
  3. O beneficiário deve mostrar o prêmio e indicar o nome e o link para o blog que foi entregue.
   Agradeço pelas lembrancinhas e vou dar prosseguimento à brincadeira efetuando minhas indicações para os TRÊS selos!
  1. Gláucia Carneiro, do “Paixão, o Exercício Para Aprender a Amar”;
  2. Armando Marcos, do “Sola Scriptura”;
  3. Ednelson Rodrigo, do “Voltando ao Gênesis”;
  4. Márcia Gizella, do “Não Abro Mão da Graça”;
  5. Jordanny Silva, do “Blog do Jordanny”;
  6. Georges Alves, do “A Última Notícia”;
  7. José Junior, do “Reflexos Teológicos”;
  8. Karine Barbosa, do “Um Milagre”; e
  9. Daniela Luther, do “Maranata! Perto Está o Senhor…
   Que o Senhor nosso Deus proteja e abençoe a cada um de vocês, meus amados irmãos que estão buscando a Verdade e batalhando em defesa da fé!

   Mas nem só de coisas boas vive um blogueiro! Andei revirando uns arquivos antigos por aqui e encontrei uma série de mensagens que fui forçado a trocar com um pastor. “Forçado” porque foi ele quem se dirigiu a mim e… bem, vejam vocês mesmos:
   Prezado anônimo,
   Apesar de ter todas as minhas posições contrárias à Lagoinha e ao Diante do Trono, acabei por descobrir que você não deu o seu nome, mas apenas o seu apelido.
   Nego-me a aceitar as argumentações de quem se esconde atrás de um apelido, seja por qual motivo for.
   Se você quer realmente ser correto, honesto e cristão em suas ponderações, dê seu nome e CPF, mostre sua cara, e então poderá encontrar talvez um companheiro de opiniões. Caso contrário lamento, mas não ouço anônimos.
   Atenciosamente,
   Wagner Antônio de Araújo, com CPF e RG disponíveis.
   Imaginam a data dessa mensagem? Foi em fevereiro de 2006! Posso dizer que eu ainda estava bem verde na questão de confrontações pessoais e, humildemente, respondi:
   Que a graça e a Paz do Senhor sejam contigo!
   Compreendo sua precaução e não posso pedir que haja de forma contrária, porém apesar de também de estar cansado de me esconder sob um pseudônimo e do receio que isto causa às pessoas, e apesar de realmente ter a sincera vontade de poder revelar a você meu nome… ainda não é o tempo. Há um processo ocorrendo e creio que tudo acontece de acordo com a vontade de Deus… é um motivo até fútil que me impede de divulgar nome, CPF e identidade. Mas isto se resolverá em seu tempo… e não falta muito.
   Se o único entrave entre nós for minha identidade, isso deve ser resolvido a partir de outubro deste ano. Até lá, por favor, não deixe de orar para que Deus esteja a cada momento com este anônimo que escreve, tanto julgando em caso de erro, quanto abençoando e protegendo quando necessário.
   Espero que o Senhor também o proteja e sustente! Vou olhar seu site e pode ter certeza que seu e-mail será guardado, para no dia certo, o senhor seja um dos primeiros a saber que sou apenas um servo do Senhor… mas pelo menos, meu verdadeiro nome.
   Com sincera ansiedade, Teóphilo Noturno
   Leram? Para aqueles que me acusam de chocarrice, acho que essa é uma prova de que eu tinha o maior respeito por qualquer um que viesse querer gritar comigo… e sabem o que isso adiantava? Olhem por si próprios a “amorosa” resposta que recebi:
   Responderei intercaladamente, ok?
   Que a graça e a Paz do Senhor sejam contigo!
   Amém.
   Compreendo sua precaução e não posso pedir que haja de forma contrária, porém apesar de também de estar cansado de me esconder sob um pseudônimo e do receio que isto causa às pessoas, e apesar de realmente ter a sincera vontade de poder revelar a você meu nome... ainda não é o tempo.
   Bem, meu caro anônimo, se não é tempo de revelar-se, você, como um bom cristão deveria aguardar essa revelação para fazer suas ponderações. Você critica pessoas que têm identidade, é covardia fazê-lo debaixo de um pseudônimo. Você tem um compromisso primaz: ser correto. Senão você acaba perdendo a razão. Compreende o que eu lhe digo?
   Há um processo ocorrendo e creio que tudo acontece de acordo com a vontade de Deus...
   Nem sempre é fruto da vontade diretiva de Deus, caro anônimo. Muitas vezes somos nós mesmos os culpados dos processos no qual somos envolvidos. Não sei qual é a razão do seu, mas, a julgar pelas acusações sem assumir sua identidade, acredito serem justas, caso sejam essas.
é um motivo até fútil que me impede de divulgar nome, CPF e Identidade. Mas isto se resolverá em seu tempo... e não falta muito.
   Quer ganhar o meu respeito, caro anônimo? Espere ter condições de mostrar a sua cara, e então divulgue suas opiniões. Isso é ser honesto e cristão. Correto?
Se o único entrave entre nós for minha identidade, isso deve ser resolvido a partir de outubro deste ano.
   Não, meu caro. Isso não é o único entrave. Isso é um problema de dignidade e caráter. Respeitar-lhe-ei se você tirar tudo isso do ar, aguardando o dia de sua revelação pública. Daí você estará criticando algo de igual para igual. Não do jeito que está, batendo e ficando ileso. Entende?
Até lá, por favor, não deixe de orar para que Deus esteja a cada momento com este anônimo que escreve, tanto julgando em caso de erro, quanto abençoando e protegendo quando necessário.
   Eu orarei para você ter a dignidade de só bater quando estiver ao alcance de seus adversários humanos. Porque uma luta como você está lutando não é digna.
Espero que o Senhor também o proteja e sustente! Vou olhar seu site e pode ter certeza que seu e-mail será guardado, para no dia certo, o senhor seja um dos primeiros a saber que sou apenas um servo do Senhor... mas pelo menos, meu verdadeiro nome.
   Vou aguardar você ter a dignidade de sumir do ar, enquanto anônimo. Um ser anônimo não merece ser lido. Vou orar para você ter coragem, dignidade, hombridade, honestidade e respeitabilidade.
Com sincera ansiedade, Teóphilo Noturno
   Com coragem e muita tranqüilidade, Wagner Antônio de Araújo
   brasileiro, solteiro, pastor batista, professor, radialista e escritor.
   Obs.: duas coisas, meu caro:
   1) Se você quiser o respeito de grande parte da comunidade conservadora cristã, esqueça esse site ridículo chamado ESPADA DO ESPÍRITO, que publica mentiras e bobagens. Quem apóia e divulga essa baboseira não conta com o apoio dos não-fundamentalistas.
   2) Se você publicar esta comunicação entre nós, eu também o farei, com 58 mil endereços simultâneos que tenho, onde estão os principais formadores de opinião na comunidade evangélica brasileira, OK?
   Agora, passados mais de três anos, decidi responder essa mensagem… pois na época este email foi uma das atitudes que deu um nó em minha cabeça, pois eu ainda não havia compreendido que qualquer pastor (ou bispo, ou apóstolo…) que fale sem usar a Palavra, não passa de um ser humano cheio de idéias, mas inútil e até mesmo contrário a tudo que está contido na Bíblia, ou seja: lixo!
   Os irmãos me perdoem o palavreado e a chocarrice, mas foram muitos anos com essas palavras de escárnio pesando sobre mim… sem resposta!
   E aí, grande homem de coragem, publiquei! Vai fazer reclamação com seus cinqüenta e oito mil assinantes ou vai ter a hombridade de reconhecer que suas ameaças não tiveram NENHUM respaldo bíblico? Passei tanto tempo fora, mas não “desapareci no ar” (… como foi seu claro desejo!): fiquei esperando sinceramente que você fosse manifestar seu desagrado contra as heresias da Lagoinha nesse tempo! Até olhava para as mídias buscando seu nome em destaque por combater os enganos e deturpações contra a Palavra, mas vi que nunca faria o que quis dar a entender que seria capaz… por que?
   Porque não tem coragem de se levantar contra os doutores da concupiscência que superabundam por aí? Porque não tem coragem de empunhar a ESPADA DO ESPÍRITO e combater as deturpações bíblicas? Porque tem medo de confrontar seu “colegas de profissão” e ter perdas financeiras? Cadê você? Cadê sua teologia que, sem citar a Bíblia, só teve peito para ameaçar e humilhar uma ovelha que estava descobrindo a Palavra?
   Saiba que graças a você e aos “frutos do espírito” que arremessou impiedosamente sobre mim é que preferi manter por ainda mais tempo esse negócio chato que é o pseudônimo! Como queria que eu viesse a confiar em um alguém que se apresentou de forma tão arrogante, desrespeitosa, ofensiva… como você se apresentou? É esse o papel de um pastor? É assim que se porta em SUA igreja?
   Estou expondo tudo isso agora porque preciso te pedir perdão… sim! Te pedir perdão porque não soube te exortar prontamente nesse seu momento de empáfia estapafúrdia, pois eu ainda não estava pronto para isso.
   Não estou aqui para iniciar uma guerra, não estou aqui para te criar problemas maiores do que já tem: saiba que eu posso te entender melhor do que muita gente, pois fiz gastroplastia para poder reduzir 80 Kg de meu peso… e, antes disso, também precisava muito de auto-afirmação.
   Hoje, graças a Deus, até dessa auto-afirmação luto para me livrar, pois o ego é o maior inimigo do evangelho e me importa que o meu “eu” diminua e o nome de Jesus Cristo, este sim, seja engrandecido! Não me interessam mais as minhas próprias opiniões, mas sim que tudo o que eu venha a falar, pensar e agir possa estar de acordo apenas com a Palavra de Deus: essa é a única afirmação da qual preciso!
   Então, agora que já alertei sobre sua saúde, peço ao Senhor Deus que a sustente! Rogo também para que o abençoe com muita sabedoria, pois é a coisa mais valiosa desse mundo.
   Espero que seja capaz de perceber que mesmo irado não pequei contra ti, pois durante três longos anos exercitei minha paciência e agora, ao me libertar das palavras que me dedicou, me exercito em amor!
   Ah! Eu APOIO e DIVULGO o site Espada do Espírito e me ORGULHO muito por isso, porque depois que descobri que a opinião dos “não-fundamentalistas” segue de acordo com o que ditam o apóstata Rick Warren e seus companheiros, então percebi que é um povo incapaz de exercer sua principal obrigação de cristão, que seria a de conhecer a Palavra! Compreendo também o motivo pelo qual brandiu ameaçadoramente seus cinqüenta e oito mil leitores contra mim: porque, na verdade, você os considera mera massa de manobra!
   Pois saiba que eu prefiro ter meia dúzia de neófitos que queiram seguir e conhecer verdadeiramente a Palavra de Deus do meu lado do que ter quinhentos e oitenta mil que fossem conduzidos alegres e vegetativamente pelo humanismo das meras boas ações embaladas lindamente como religião através da porta larga! Uma das coisas que aprendi é que os grandes números e o chamado “senso comum” só servem, na absurda maioria das vezes, para apontar como o fermento incha!
   Então, concluindo, você pode pegar sua identidade, seu CPF e os documentos de cada um desses seus “peões de manobra” — ou mesmo que pegasse todos os documentos deste mundo — nada disso poderia suplantar a autoridade da Palavra de Deus e é apenas sobre ela que eu falo.
   Mais uma vez peço perdão por não tê-lo respondido prontamente e que o Senhor Deus tenha piedade de nós!
   Aliás, revirando esses e-mails descobri porque ainda não escrevi o que preciso sobre um conhecido autor moderno: porque ele sabe meu nome real e me ameaçou com a revelação dele! Eu admito que fui um trouxa ao confiar tanto num desses “ungidos” e estou seriamente considerando revelar meu nome (que não vai mudar em nada o que está escrito na Palavra) só para poder revelar a série de correspondências que trocamos…

   Hoje, dia 18, faz exatamente um mês que passei a precisar pedir ajuda para meu sustento e gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer àqueles que puderam colaborar comigo.
   Vejam o que registra a Palavra de Deus:
   “Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita; Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente.” (Mateus 6:2-4)
   Ora, essa é uma recomendação emitida pelo próprio Jesus Cristo e que tipo de recompensa posso eu oferecer que seja melhor que qualquer uma oferecida pelo próprio Pai?
   Não creio que seria prudente de minha parte sair “tocando trombeta” por aí, mas ainda assim sinto tamanha gratidão que não posso deixar de demonstrá-la a cada um que pôde auxiliar no meu sustento e dividiu comigo um pedaço de seus próprios recursos.
   Agora, que pela primeira vez dependi da ação do Espírito Santo no coração dos cristãos para poder sobreviver, compreendi que os dízimos, além de não se aplicarem aos gentios, não passam de uma jogada genial daqueles que deixaram de crer na capacidade de que ele, o Espírito Santo, se mova no coração das pessoas para garantir a estabilidade de seus rendimentos!
   O apóstolo Paulo, sobre a contribuição dos gentios, registrou:
   “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” (2 Coríntios 9:7)
   E ele vivia dessa forma: dependendo daqueles a quem o Espírito Santo tocava para que desse sua contribuição! É por isso que em muitas oportunidades ele chegou a ter dificuldades: porque não tinha um salário fixo! Que líder atual seria capaz de viver dessa forma? Quem seria capaz de depender totalmente do mover de Deus, através do Espírito Santo, no coração dos membros da igreja? — não digo isso em relação às despesas de manutenção (luz, água…) do templo: estas deveriam ser “rachadas” entre os membros que pudessem participar do rateio — mas ao seu sustento pessoal! A Palavra registra:
   “Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina; Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E: Digno é o obreiro do seu salário.” (1 Timóteo 5:17-18)
   Notaram que há menção aos termos “governam BEM” e “PRINCIPALMENTE os que trabalham NA PALAVRA e na DOUTRINA”?
   Acho que ninguém dá atenção a estas palavras, pois aqueles que se dizem cristãos  passaram a agir de forma TOTALMENTE OPOSTA às recomendações bíblicas: não apenas sustentam, mas ostentam justamente àqueles que pregam as maiores heresias!
   O povo perece por falta de conhecimento, pois caso se esforçassem apenas um pouquinho para compreender melhor a Palavra de Deus não teríamos tantos apóstatas falando besteiras por aí e levando os incautos por caminhos que parecem direitos (e agradam aos egos), mas que, no final, são caminhos de morte!
   Se meu objetivo fosse lucrar quando peço auxílio, todas essas palavras que disse em relação ao salário seriam absurda loucura, mas, como disse no sub-tópico anterior, estou querendo aprender a calar meu ego e disposto a viver de acordo com a Palavra: estou SIM numa situação financeiramente difícil, preciso MUITO da colaboração dos irmãos… mas ao contrário de tentar escravizá-los sob uma lei judaica, prefiro dar graças a Deus por estar completando meu primeiro mês de dedicação integral ao ministério tendo a oportunidade de PÔR EM PRÁTICA o que está registrado na Bíblia:
   “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8:28)
   “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.” (1 Tessalonicenses 5:18)
   Dízimo não prova fidelidade alguma a Deus! Fidelidade se prova pelo testemunho pessoal, pelo viver cotidiano… pela capacidade de permitir a ação do Espírito Santo que, muitas vezes, aponta até mesmo mais do que meros 10% dos rendimentos, mas que é restrita e “amarrada” por homens que abandonaram a fé verdadeira em nome da segurança que as doutrinas denominacionais depositam regularmente em suas contas.
   Desculpem a extensão dessa postagem, mas, como disse no início de tudo, creio que precisava muito me comunicar com os irmãos.
   Que a graça e a paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo nos acompanhem hoje e para todo o sempre! Amém.

15 comentários:

Postar um comentário

                              ATENÇÃO!

   Fico feliz por você estar desejando registrar um comentário, porém peço que (principalmente caso vá praticar qualquer tipo de retaliação), pense bem antes de fazê-lo:.

   1. A partir de 22/07/2011 restringi (no intuito de impedir mesmo) os comentários neste formato (arcaico e nativo do blogger), pois estão relacionados às postagens antigas: o assunto pode até ser atual e pertinente, mas definitivamente não está no centro das atenções do autor.

   2. Este formulário só aparece para permitir a leitura dos comentários anteriores... já leu para ver se sua dúvida não foi respondida? Tem certeza que sua pergunta é inédita e exclusiva? Se for, então pode me enviar um e-mail:
teophilonoturno@gmail.com

   3. Provavelmente o que você leu foi baseado na Bíblia ou em fatos, NÃO em opiniões pessoais (busque referências bíblicas!!!). Se você "caiu de pára-quedas" aqui não comece a metralhar sem conhecer o posicionamento do autor através de seus outros textos, pois comentários descabidos e sem fundamentação serão desconsiderados!

   4. Sem dúvida o texto não contém ofensas pessoais e muito menos palavras torpes (não escreva ofensas, palavrões, bobagens...).

   5. Muito provavelmente você vai encontrar sérias dificuldades para apagar seus comentários daqui caso algum dia venha a se arrepender de tê-los feito: meu trabalho é registrar fatos e, depois que você pressionar o botão enviar, suas próprias palavras poderão testemunhar contra você.

   Obrigado pela atenção.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts with Thumbnails