25 de mai de 2009

Vamos Adorar a…Quem Mesmo?

O TEXTO ABAIXO FOI ESCRITO SOB PERSPECTIVA ESTRITAMENTE BÍBLICA,
PARA O PÚBLICO QUE TEM NA BÍBLIA SUA REGRA DE FÉ E VIDA.

QUAISQUER OUTRAS OBRAS OU CITAÇÕES SERÃO APENAS CONSIDERADAS COMO "OBJETO A SER ANALISADO".
SE FOI EDIFICADO, COMPARTILHE!
EM QUAISQUER OUTRAS CONDIÇÕES: LEIA OBSERVAÇÕES NOS COMENTÁRIOS.
    Depois do flagrante registro da indubitável adoração à pessoa de Ana Paula Valadão e, pior ainda, de sua aquiescência ao ato de ser idolatrada, recebi informações de absurdos ainda maiores acontecendo nesse Brasil sem tamanho, sem vergonha na cara e sem temor a Deus.
   Pelo Orkut, o irmão Charles Nabarro deu a dica da existência de uma banda chamada “Aldeia de Baal”, cuja existência pode ser comprovada através de várias comunidades e perfis daquele serviço.
   Conforme pode ser verificado na imagem, eu até deveria valorizar o esforço dos inventores para explicar o significado de um nome tão energúmeno, mas percebo que apesar de terem olhado para o significado hebraico direto, esqueceram de fazer o mais fácil: olhar para um simples dicionário!
BAAL (substantivo masculino)
  1. Divindade adorada em muitas comunidades antigas do Oriente Próximo, especificamente entre cananeus que o veneravam como deus da fertilidade, o principal do seu panteão (Observação: inicial maiúscula).
  2. Nome dado na Bíblia aos falsos deuses (Tornou-se anátema para os israelitas no século IX a.C., quando Jezebel tentou introduzir o culto fenício de Baal, em oposição às tradições locais).
Etimologia (hebraico) — Ba'al / Bahal (maiúsculo) ou ba'al “senhor” e também nome de deidades cananéias e fenícias; segundo JM, o mesmo elemento que entra na composição de Belzebu.
   Fiquei logo preocupado se essa seria mais uma banda gospel: não é! Mas mesmo assim é um sinal indicador de que a descrição feita em II Timóteo 3 sobre as características da humanidade nos dias de hoje.
   E o mais paradoxal de tudo é uma “aldeia de Baal” dar “graças a Deus”…
   Não me detive em análises sobre letras, simbologias, mensagens diretas ou subliminares. Só não consegui deixar de reparar no dragão em destaque na capa do CD. Alguns podem me dizer que é tudo mera “coincidência”, mas a palavra “senhor” tem sido o suficiente para convencer as pessoas de que há alguma referência ao Deus Criador mesmo que, como nesse caso, estejam claramente se referindo a demônios e gostando disso…
   Aliás, hoje eu fui à igreja! Dia 27 de junho vou apresentar um estudo sobre o tema “canto” em uma igreja batista e decidi ir até lá para conhecê-la. No meio do culto entoaram um “louvor” chamado “Inunda-me” do “Ministério Unção Ágape”… vejam a letra:
Eu me prostro
E me rendo a ti
Pois preciso da tua presença em mim,
Como terra seca que anseia pelas águas
Te desejo, sacia-me.
Inunda-me, Senhor.
Inunda-me, Senhor.
Com os rios que há em ti
Faz transbordar meu ser,
Senhor inunda-me.
   Notaram a ausência de alguma coisa nessa letra? Será que não está faltando a identificação mais clara de quem é esse “senhor” ao qual estão clamando por uma inundação? Não caberia muito bem nessa letra uma interpretação onde o “Rain Man”, de “Os Mecanismos Malignos”, esteja sendo invocado para ter relações sexuais com mais um possesso? Olhem bem…
   A “fraseologia” é toda evangélica, mas o conteúdo é altamente dúbio! É esse o “louvor” que está sendo cantado nas igrejas? Coisas totalmente inúteis e até mesmo possíveis invocações a demônios?
   O mais inconveniente de ter uma posição de “cristão pensante” é ficar calado enquanto os membros te olham assustados, como se você fosse um alienígena. Aí eu pergunto: como posso estar em concordância quando cantam uma aberração como essa?
   Tenho ainda informações de um jovem, MEMBRO da Lagoinha, sobre o posicionamento herético daquele ministério, conclamando ao abandono completo da apologética (segundo ele, há um tal Gustavo que deprecia incessantemente os apologetas), deturpando o conceito de exortação pela Bíblia e vinculando-o ao ato de “falar mal”. Ao ler um texto absurdo e escrito por um de seus pastores titulares posso ver claramente o motivo dessa atitude: apostasia e heresia!
   E depois da idolatria à “santa” Ana Paula Valadão e aos rumores de que havia algo acontecendo entre ela e os católicos, não estranhem se, de repente, começarem a idolatrar Maria por lá também… afinal, a associação aos ritos da fé católica aumentaria o público e renderia excelentes dízimos!
   Quem atenta para os detalhes? Quem tem zelo pela Palavra? O mundo é um grande oba-oba onde ninguém mais se preserva da corrupção do mundo (vide Tiago 1:27) ou resiste ao diabo para que esse venha a fugir (vide Tiago 4:7)… pelo contrário, se associam a Baal e aceitam ser idolatrados por um “objetivo maior”: ganhar dinheiro!
   Você também tem se comportado assim? Então cuidado, pois existe um Deus Criador que é Amor sem deixar de ser Justiça! Existe uma eternidade e até mesmo um lugar incrível, mas:
   "Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira." (Apocalipse 22:15)
   Você… está dentro ou fora?

8 comentários:

Postar um comentário

                              ATENÇÃO!

   Fico feliz por você estar desejando registrar um comentário, porém peço que (principalmente caso vá praticar qualquer tipo de retaliação), pense bem antes de fazê-lo:.

   1. A partir de 22/07/2011 restringi (no intuito de impedir mesmo) os comentários neste formato (arcaico e nativo do blogger), pois estão relacionados às postagens antigas: o assunto pode até ser atual e pertinente, mas definitivamente não está no centro das atenções do autor.

   2. Este formulário só aparece para permitir a leitura dos comentários anteriores... já leu para ver se sua dúvida não foi respondida? Tem certeza que sua pergunta é inédita e exclusiva? Se for, então pode me enviar um e-mail:
teophilonoturno@gmail.com

   3. Provavelmente o que você leu foi baseado na Bíblia ou em fatos, NÃO em opiniões pessoais (busque referências bíblicas!!!). Se você "caiu de pára-quedas" aqui não comece a metralhar sem conhecer o posicionamento do autor através de seus outros textos, pois comentários descabidos e sem fundamentação serão desconsiderados!

   4. Sem dúvida o texto não contém ofensas pessoais e muito menos palavras torpes (não escreva ofensas, palavrões, bobagens...).

   5. Muito provavelmente você vai encontrar sérias dificuldades para apagar seus comentários daqui caso algum dia venha a se arrepender de tê-los feito: meu trabalho é registrar fatos e, depois que você pressionar o botão enviar, suas próprias palavras poderão testemunhar contra você.

   Obrigado pela atenção.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts with Thumbnails